Início » Economia » Internacional » Obama ameaça adotar novas sanções contra a Rússia
O preço da paz

Obama ameaça adotar novas sanções contra a Rússia

EUA e Itália pretendem impor custos adicionais a Moscou caso não sejam tomadas medidas para reduzir as tensões no leste ucraniano

Obama ameaça adotar novas sanções contra a Rússia
Obama e Renzi pressionam a Rússia a minimizar a crise no leste da Ucrânia (Reprodução/Reuters)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, ameaçou a Rússia nesta quarta-feira, 26, com novas sanções ao país, caso Moscou não ponha em prática medidas rápidas para reduzir a tensão na Ucrânia, informou a Casa Branca.

Obama conversou por telefone com o primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, que ofereceu apoio a Obama na imposição de custos adicionais à Rússia caso o presidente russo, Vladimir Putin, não tome providências imediatas para minimizar a crise no leste da Ucrânia, onde os combates entre o exército e os rebeldes pró-Moscou já deixaram mais de 400 mortos desde abril.

Os chefes de estado reforçaram a importância do uso da influência do país na imposição do cessar-fogo e exigiram medidas concretas contra o envio de armas e combatentes através da fronteira, nos moldes do plano de paz proposto pelo presidente ucraniano, Petro Poroshenko.

O Ocidente acusa a Rússia de armar os separatistas para desestabilizar a Ucrânia, que deve firmar na próxima sexta-feira, 27, um acordo histórico de associação à União Europeia, se afastando da esfera russa.

Fontes:
O Globo-Obama ameaça Rússia com novas sanções por Ucrânia

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *