Início » Sem categoria » Obama anuncia viagem ao Brasil
Em março

Obama anuncia viagem ao Brasil

Presidente dos EUA também visitará Chile e El Salvador

Obama anuncia viagem ao Brasil
Barack Obama durante o discurso (Fonte: Reuters)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Em seu discurso anual sobre o Estado da União nesta terça-feira, 25, o presidente dos EUA, Barack Obama, disse que visitará Brasil, Chile e El Salvador em março “para formar novas alianças para o progresso na América”.

Esta será a primeira visita de Obama ao Brasil desde que assumiu o poder. O porta-voz do Conselho Nacional de Segurança dos EUA, Mike Hammer, informou ainda que a viagem do presidente norte-americano pela América do Sul também irá ajudar “a avançar em segurança e prosperidade”, por meio do fortalecimento de parcerias.

‘Excelente relação’

Mike Hammer ressaltou também que a viagem será uma “oportunidade para reforçar o compromisso do presidente [dos EUA] com líderes-chave no hemisfério”.

No Brasil, Obama deve se reunir com a presidente Dilma Rousseff. De acordo com Hammer, Obama e Dilma conversarão sobre “energia limpa, crescimento global, assistência à reconstrução do Haiti, esforços de desenvolvimento colaborativo e outras questões de importância global”, a fim de desenvolver a “excelente relação” entre os dois países.

Leia mais:

Barack Obama diminui restrições nas relações com Cuba

Até que ponto China e Estados Unidos se entendem?

Fontes:
AFP - Obama faz em março sua primeira viagem ao Brasil
Veja - Obama confirma visita ao Brasil em março

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

5 Opiniões

  1. Manfred K. Richter disse:

    Só depende saber o que ele quer dizer com “América”… Se é a America (EUA) ou América (Continente, de norte a sul).

  2. jaderdavila the small shareholder disse:

    o EUA oferece pro mundo 3 coisas:
    comida, produto de ponta em informatica
    e wall street fazendo truques com numeros.
    em comida o EUA compete com a gente,
    informatica o brasil ja deu isençao do imposto,
    truques com numeros ja sabemos bastante,
    veja como o governo faz as contas baterem.
    o obama vem aqui fazer turismo
    com o dinheiro do contribuinte.

  3. João Cirino Gomes disse:

    Duvido e o dó, que o admirador do cara, tenha comprado um avião as custas do sangue e suor dos gringos, par fazer turnê e arrastar o papo pelo mundo?
    Uma coisa eu sei; com certeza por melhor que tiver a economia americana, ele não vai perdoar dividas, dar presentes, e nem construir rede de hotéis, estradas e porto em Cuba! Se ele der uma desta será linchado antes de voltar a seu paradeiro!
    Só no Brasil acontece estas coisas, pois aqui os cordeiros são tosquiados e permanecem em seus seus currais eleitorais, aplaudindo seus carrascos, que se passam por salvadores da pátria!

  4. Peter Pablo Delfim disse:

    A visita de Obama ao Brasil faz parte do esforço dos EUA frente as crescentes exigencias do reordenamento econômico mundial. Sabem que não bastarão mais tapinhas nas costas e simplesmente ser amigo do rei. Obama quer ver de perto com o que realmente poderá contar para fazer frente ao yuan e está preparado para eventuais negociações. Certamente que não irá colocar proposta alguma na mesa mas insinuará com o que poderá realizar efetivamente. O Brasil é uma oportunidade na agenda de todo mundo. O que se espera é que o Brasil nesse cenário crie suas próprias oportunidades e as realize na direção de um País de primeiro mundo. É uma questão de competência e cautela na escolha de opções.

  5. Henrique de Almeida Lara disse:

    A visita do Presidente Obama ao Brasil, na minha avaliação, tem, no mínimo, dois indicadores básicos: deve haver algum sinal de abertura e melhora na diplomacia brasileira a ponto de encorajar iniciativa de parte da diplomacia dos Estados Unidos. E essa iniciativa é boa também para o Brasil. É muito importante que a Presidente Dilma se desvencilhe do assessor para assuntos intercionais, herança de Lula. Há que evitar posturas inconsequentes. Segundo indicador é que, por certo, os dois países encontraram pontos de convergência baseados em interesses comuns. É importante que esses interesses comuns sejam tabalhados em cooperação para o bem das duas nações. Pode até mesmo haver um derivado consequente: afastamento dos ditadores que nenhum bem traz para a harmonia e a paz entre as nações.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *