Início » Sem categoria » Onda de suicídio é investigada em empresa na China
Taiwan

Onda de suicídio é investigada em empresa na China

Já são onze casos entre os funcionários de uma empresa fabricante de produtos eletrônicos só neste ano

Onda de suicídio é investigada em empresa na China
Condições de trabalho na Foxconn é considerada por muitos desumana (Fonte: Wired)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A Apple, a HP e a Dell anunciaram que estão investigando as condições de trabalho na Foxconn, em Taiwan, considerada por muitos desumana. A empresa produz dispositivos eletrônicos que são usados por companhias ocidentais, como Apple, HP e Dell.

Nesta quarta-feira, 26, mais um funcionário da Foxconn cometeu suicídio. Ao todo, 11 empregados já tiraram suas próprias vidas neste ano, incluindo o caso amplamente divulgado de um homem de 25 anos que se suicidou após perder o protótipo do iPhone.

A notícia está sendo bastante veiculada na China, mas há poucas informações circulando. Sabe-se que o episódio desta quarta se deu poucas horas após a notícia de que os funcionários da Foxconn teriam sido obrigados a assinar uma declaração abrindo mão de um benefício em caso de ferimentos fora do ambiente de trabalho.

Após a carta ter se tornado pública, o presidente do grupo ao qual a Foxconn pertence anunciou que a declaração será cancelada. Segundo Hon Hai, a linguagem utilizada não era adequada.

Leia mais:

Tribunal abre investigação sobre suicídios

Como identificar o risco de suicídio

Exército norte-americano terá recorde em suicídios

Fontes:
Geek - Mais um funcionário da Foxconn comete suicídio
Jornal de Negócios - Apple, Dell e HP investigam Foxconn depois de sucídios no fornecedor

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. Charles Goodwell disse:

    Vi na TV que os empregados da Foxconn trabalham 70 horas por semana. Hora, isto parece a Inglaterra vitoriana. Não há condições de se manter esta escala de trabalho nos tempos modernos, onde o empregado é também um cidadão e consumidor.

    Este é um caso para os organismos internacionais entrarem com uma exigência mínima de condições de trabalho para forçar as multinacionais americanas a só adquirirem componentes de empresas “civilizadas”.

    Não existe civilização sem sanções. Ou a Ásia se enquadra nas conquistas do Ocidente como um todo (e aí entra as relações de trabalho) ou temos que apontar as empresas e boicotá-las.

  2. Markut disse:

    Goodwell.
    Você redige e pensa bem.Porisso, tomo a liberdade de alertar para a frase; “Hora,isto parece a Inglaterra vitoriana”. Não seria :”Ora, isto parece a Inglaterra vitoriana”?

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *