Início » Sem categoria » Parlamento britânico aprova fertilização com três genitores
Reino Unido

Parlamento britânico aprova fertilização com três genitores

Em votação histórica, parlamentares britânicos aprovam método que usa genes de três genitores em fertilização 'in vitro'. Medida visa impedir que filhos herdem doenças genéticas dos pais

O Reino Unido se tornou o primeiro país no mundo a permitir que bebês gerados por fertilização in vitro tenham genes de três genitores. Nesta terça-feira, 3, a Casa dos Comuns aprovou a prática por 382 a 128. Agora, a votação seguirá para a Casa dos Lordes, onde tudo indica que será aprovada.

Criticada pelos setores mais conservadores, a prática visa reduzir as chances dos pais transmitirem doenças genéticas aos filhos. No procedimento, uma mãe que tem o DNA mitocondrial defeituoso tem o núcleo do óvulo retirado.

Carregado de informações genéticas, esse núcleo é implantado no óvulo de uma doadora com DNA mitocondrial saudável. Depois, o óvulo, com informação genética das duas mulheres, é fecundado com o esperma do pai.

Durante a votação, a ministra da Saúde britânica, Jane Ellison, argumentou que a prática permitirá que mulheres com doenças genéticas tenham filho saudáveis, livres de doenças como epilepsia e cegueira.

Fontes:
The Guardian-MPs vote in favour of 'three-person embryo' law

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Ludwig Von Drake disse:

    Mais um passo em direção ao controle eugênico da população. No futuro as mulheres terão rosto noruegues, inteligência japonesa, resistência etíope e o corpo das brasileiras. E os homens ficarão guardados na geladeira. Será “in-vitro”.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *