Início » Sem categoria » Queima do Alcorão ainda é uma incógnita
11 de setembro

Queima do Alcorão ainda é uma incógnita

Pastor voltou atrás e diz que ação marcada para o dia 11 está cancelada

Queima do Alcorão ainda é uma incógnita
Pastor Terry Jones fala à imprensa (Fonte: A Bola)

O pastor Terry Jones havia dito que desistiria de queimar o Alcorão, o livro sagrado do Islã, no nono aniversário dos ataques terroristas de 11 de setembro nos EUA. Na noite desta quinta-feira, 9, no entanto, o reverendo voltou atrás e disse que o protesto está suspenso enquanto ele “repensa” a ação.

O pastor da igreja Dove World Outreach Center, que fica no estado da Flórida, afirmou que um líder muçulmano havia “claramente mentido” para ele a respeito de um possível acordo para mudar o local onde será construído um polêmico centro islâmico em Nova York. De acordo com Terry Jones, o presidente da Sociedade Islâmica da Flórida Central, Muhammad Musri, havia lhe garantido que a mesquita não seria mais construída próxima ao Ground Zero, o terreno que abrigava as Torres Gêmeas. O acordo, no entanto, foi negado por Musri e pelo patrocinador do projeto da mesquita.

Repercussões polêmicas

A possibilidade de realização do evento batizado de “Dia Internacional de Queima ao Alcorão” repercutiu dentro e fora dos EUA. O presidente do Afeganistão, Hamid Karzai, afirmou que a possível queima do Alcorão será “uma afronta” e um insulto a todos os muçulmanos. Já o presidente dos EUA, Barack Obama, disse que a iniciativa “pode aumentar o recrutamento de indivíduos dispostos a se explodir em cidades norte-americanas e europeias”.

Afegãos protestam em Jalalabad, leste de Cabul, nesta sexta-feira (10). Eles mostraram revolta com os EUA.

Leia mais:

Caso Casa Branca peça, pastor desistirá de queimar Alcorão

Fontes:
O Globo - Pastor diz que ainda vai "pensar" se desiste de queimar Alcorão
BBC Brasil - Pastor americano suspende plano de queimar Alcorão

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *