Início » Internacional » Reino Unido gasta £10 milhões com vigilância de Julian Assange
Julian Assange

Reino Unido gasta £10 milhões com vigilância de Julian Assange

Nick Clegg, vice-primeiro-ministro do Reino Unido, disse que a situação é frustrante tanto para o contribuinte britânico como para o governo sueco

Reino Unido gasta £10 milhões com vigilância de Julian Assange
O governo britânico já gastou cerca de £10 milhões com vigilância policial 24 horas (Reprodução/Carl Tribunal)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Julian Assange, criador do WikiLeaks, página da internet que divulga documentos oficiais secretos de governos e corporações, conseguiu refúgio na embaixada equatoriana no dia 19 de junho de 2012. Desde então, o governo britânico já gastou cerca de £10 milhões com vigilância policial 24 horas. Os números foram obtidos pela rádio LBC, por meio da Lei de Liberdade de Informação do Reino Unido.

Através de um porta-voz do WikiLeaks, Assange considerou “vergonhoso” o governo do Reino Unido gastar mais com sua vigilância do que com as investigações sobre a Guerra do Iraque, que matou centenas de milhares.

Assange é acusado de estuprar duas mulheres na Suécia e teme que o processo possa ser um pretexto do governo sueco para enviá-lo para os Estados Unidos, onde teria de responder por traição e espionagem.

O vice-primeiro-ministro do Reino Unido, Nick Clegg, disse em entrevista à rádio LBC que a situação é frustrante tanto para o contribuinte britânico como para o governo sueco. Ele defendeu que Assange volte à Suécia e enfrente a Justiça. O criador do WikiLeaks pode ser preso ao sair da embaixada.

Fontes:
O Globo-Vigilância de Assange já custou £ 10 milhões ao Reino Unido
El Universo-Julian Assange ve ‘vergonzoso’ el gasto por custodiarlo en la Embajada de Ecuador

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *