Início » Sem categoria » Rússia reconhece Quirguistão e UE envia emissário especial
Revolta apoiada

Rússia reconhece Quirguistão e UE envia emissário especial

Rússia reconhece Quirguistão e UE envia emissário especial
Manifestantes no gabinete do presidente deposto, Kurbanbek Bakiyev

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A crise iniciada nesta semana no Quirguistão parece ter chamado a atenção do mundo. Depois de a Rússia ter declarado reconhecimento ao governo interino do país, a União Europeia anunciou que vai mandar, no próximo sábado, 10, um enviado especial para avaliar a situação e contribuir para achar uma solução para a crise política.

Em meio à disputa geopolítica entre Rússia e EUA na Ásia Central, a oposição do Quirguistão anunciou na quinta-feira, 8, a formação de um gabinete interino, um dia após derrubar o governo com grandes manifestações em todo país. O novo comando quirguiz agradeceu à Rússia pelo “apoio significativo”.

Enquanto o novo governo declarou ter apoio de todas as forças de segurança do país, o presidente deposto, Kurbanbek Bakiyev, continua refugiado na capital do Quirguistão. Ele disse estar disposto a negociar com a oposição para evitar uma guerra civil no país. Em Praga, um alto funcionário russo disse que Bakiyev não havia cumprido sua promessa de fechar a base norte-americana no Quirguistão. Segundo a autoridade, que pediu anonimato, só deve haver no território da ex-república soviética uma base – e russa.

Fontes:
Estadão - Rússia é primeiro país a reconhecer governo iterino do Quirguistão

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *