Início » Sem categoria » Uso de sacolas plásticas será restrito no Rio
Nova lei

Uso de sacolas plásticas será restrito no Rio

Fiscais da Secretaria do Ambiente vão a supermercados e lojas para garantir a aplicação da nova norma.

Uso de sacolas plásticas será restrito no Rio
Sacolas plásticas levam até 500 anos para se decompor

A Lei nº 5.502 de 2009, que restringe o uso de sacolas plásticas para embalar mercadorias, entra em vigor na próxima sexta-feira, 16, no Rio de Janeiro. O que possibilitou a ação foi o veto do governador Sérgio Cabral ao adiamento da lei para 2011.

Fiscais da Secretaria do Ambiente vão a supermercados e lojas para garantir a aplicação da nova norma. Segundo o órgão, inicialmente vão ser realizadas ações educativas e não está prevista a aplicação de multa, que pode chegar a R$ 20 mil.

“Estamos preparados para cumprir essa lei. Os mercados vão dar desconto de 3 centavos em cada cinco itens para quem não quiser levar a sacola. E vão disponibilizar outros tipos de sacolas reforçadas, como de lona e ráfia. Isso já vem acontecendo há algum tempo, mas sexta-feira começa a fiscalização da mudança do sistema”, disse Aylton Fornari, presidente da Associação de Supermercados do Rio de Janeiro.

Além da lei, outras medidas vêm sendo tomadas para diminuir os danos ao meio ambiente. É o caso da campanha “Saco É um Saco”, do Ministério do Meio Ambiente em parceria com a Secretaria do Ambiente do estado. Em quase um ano foram recolhidos mais de 600 milhões de sacolas plásticas no Rio de Janeiro. De acordo com a Secretaria do Ambiente, a campanha vai ser intensificada.

Fontes:
Agência Brasil - Uso de sacolas plásticas no comércio do Rio fica restrito a partir de sexta-feira

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. wonder disse:

    Em muitos países da Europa se vc não leva a sacola retornável vai ter problemas para levar suas compras. Parabéns ao Estado carioca por esta lei, que outros estaos se inspirem e a apliquem, o meio ambiente agradece!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *