Início » Sem categoria » Veja obtém provas de grampos no STF
Espionagem

Veja obtém provas de grampos no STF

A revista veja publicou uma matéria na qual revela ter provas de grampos telefônicos não apenas no gabinete do ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes, mas também do senador Demóstenes Torres.

Ambos vinham sendo espionados por agentes a serviço da Agência Brasileira de Inteligência, cujo diretor, Paulo Lacerda, foi ao Congresso e negou com veemência a possibilidade de seus comandados estarem envolvidos em atividades clandestinas. O diálogo entre o senador e o ministro foi repassado à revista por um servidor da própria Abin sob a condição de se manter anônimo.

Segundo o funcionário da Abin, somente neste ano passaram por seu setor de trabalho interceptações telefônicas de conversas do chefe de gabinete do presidente Lula, Gilberto Carvalho, de dois ministros que despacham no Palácio do Planalto — Dilma Rousseff, da Casa Civil, e José Múcio, das Relações Institucionais –, do presidente do Senado, Garibaldi Alves, dos senadores Arthur Virgílio, Alvaro Dias, Tasso Jereissati e Tião Viana, e dos ministros do STF Gilmar Mendes e Marco Aurélio Mello.

Fontes:
Veja -A Abin gravou o ministro

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

5 Opiniões

  1. Evandro Correia disse:

    Estamos vivendo num estado policial. Tarso Genro é o nosso Himmler!

  2. Evandro Correia disse:

    Estamos vivendo num estado policial. Tarso Genro é o nosso Himmler!

  3. Gibran Shalom disse:

    O que me espanta não é a colocação do grampo…o que me espanta é que ninguém será preso. Lulalá não sabe, Dona Abin muito menos…é uma vergonha! Se eles são capazes de fazerem isso com as mais altas autoridades do nosso País…imaginem conosco!

  4. Gibran Shalom disse:

    O que me espanta não é a colocação do grampo…o que me espanta é que ninguém será preso. Lulalá não sabe, Dona Abin muito menos…é uma vergonha! Se eles são capazes de fazerem isso com as mais altas autoridades do nosso País…imaginem conosco!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *