Início » Sem categoria » WikiLeaks volta à internet em IP da Suíça
Polêmica

WikiLeaks volta à internet em IP da Suíça

Conheça o novo endereço do WikiLeaks na internet

WikiLeaks volta à internet em IP da Suíça
Julian Assange, fundador de WikiLeaks

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Depois de banido dos Estados Unidos, o site WikiLeaks luta para ficar online e comunicou nesta sexta-feira, 3, via Twitter, que se alojou em um endereço IP da Suíça.

O domínio original wikileaks.org foi tirado do ar por seis horas, mas nesta sexta o novo endereço, wikileaks.ch, já está disponível para o acesso. Internautas que acessarem ao site serão direcionados para uma página cujo URL http://213.251.145.96/ dá acesso ao antigo site.

A página foi desalojada da empresa americana Everydns, que lhe proporcionava os serviços DNS (sistema de nome de domínio). A prestadora de serviço alegou que os constantes ataques de hackers sofridos pelo WikiLeaks eram um perigo aos outros quase 500 mil sites que utilizam seus serviços.

Desde quinta-feira, 2, o site tem sido acolhido pelo servidor OVH, em substituição à empresa norte-americana Amazon, que deixou de acolher o site em resposta a críticas do senador independente por Connecticut Joe Lieberman. Ele reprovou a Amazon por manter relações com um o site dedicado ao vazamento e difusão de documentos comprometedores.

O WikiLeaks tem sido alvo de críticas e medidas do governo norte-americano após divulgar uma série de documentos confidenciais de embaixadas norte-americanas em todo o mundo. O criador do site, Julian Assange, está sendo procurado por autoridades devido a uma investigação de crime sexual.

Leia mais:

Venezuela, Bolívia e Irã: a rota do urânio

Jornal diz que Assange está escondido no Reino Unido

Fundador do WikiLeaks se torna foragido internacional

Sarah Palin: Assange deve ser caçado como um líder da Al-Qaeda

Fontes:
Terra -Wikileaks recorre a IP na Suíça, após despejo nos EUA
AFP - WikiLeaks volta em novo endereço após seis horas fora do ar

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *