Após declaração de moratória, Equador diz que, por enquanto, pagará dívidas »

13 dez, 2008

O presidente do Equador, Rafael Correa, declarou nesta sexta-feira, moratória da dívida externa do país, após decisão de não pagar o cupom de

Petrobras aceita condições para ficar no país »

20 out, 2008

A Petrobras assinou o acordo com o governo aceitando as novas regras para a exploração petrolífera no Equador.

De acordo com declarações

Quando a Pátria se omite »

10 out, 2008

Deixando de lado todas as questões comerciais com o Equador; ignorando a parcialidade com que o presidente Rafael Correa está tratando estes assuntos,

Se não houver acordo, Petrobras pode deixar o país »

8 out, 2008

O presidente Lula anunciou nesta terça-feira que a Petrobras poderá deixar o Equador se não houver um acordo entre a empresa e o

Petrobras pode ter que pagar indenização »

7 out, 2008

O presidente equatoriano, Rafael Correa, ameaçou nacionalizar o campo petrolífero que a Petrobras opera no Equador, onde produz 32 mil barris de petróleo

Eleitores aprovam nova Constituição »

30 set, 2008

A Constituição aprovada pelos equatorianos em referendo aumenta os poderes do presidente Rafael Correa e cria a possibilidade dele se manter no cargo

Rafael Correa ameaça não pagar empréstimo concedido pelo BNDES »

25 set, 2008

O presidente equatoriano Rafael Correa anunciou que seu o governo estuda a possibilidade de não pagar o empréstimo ao BNDES, para financiar a construção da

Odebrecht é expulsa do país »

24 set, 2008

O presidente do Equador, Rafael Correa, decretou o embargo dos bens da Odebrecht e proibiu que funcionários da empresa deixem o Equador.

Reformas podem por fim a base dos EUA no país »

2 abr, 2008

Foi aprovado pela Assembléia Constituinte do Equador o primeiro pacote de reformas ligado à soberania nacional. Nesse primeiro pacote há um artigo que

Venezuela teria armado terroristas colombianos »

31 mar, 2008

Documentos encontrados por autoridades colombianas parecem ligar o governo da Venezuela ao fornecimento de armas para as Farc. Os arquivos estavam em computadores