Organização sim, ‘blócodromo’ não

Organização sim, ‘blócodromo’ não »

20 jan, 2011

O carnaval de rua do Rio precisa manter sua identidade: livre, democrático, irreverente, sem abadás. Por Rita Fernandes*