Nióbio: a riqueza desprezada pelo Brasil »

19 fev, 2008
Edvaldo Tavares*

Países ricos gostariam de tê-lo extraído do seu solo, enquanto o Brasil dispensa pouca importância a esse mineral com tão vastas qualidades e de incontáveis aplicações