Início » Vida » Ciência » A prova mais convincente até agora de água em Marte
Astronomia

A prova mais convincente até agora de água em Marte

Um novo estudo de pesquisadores da Georgia Institute of Technology apresenta as provas mais convincentes até agora da presença de água no planeta vermelho

A prova mais convincente até agora de água em Marte
Estudiosos suspeitaram que as estrias escuras observadas nas paredes de crateras marcianas foram causadas por água líquida (Foto: Nasa)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Um estudo recém-publicado na revista científica Nature Geoscience apresenta as provas mais convincentes até agora de que há água em Marte. A descoberta, atribuída ao pesquisador Lujendra Ojha e sua equipe do Georgia Institute of Technology, aumenta a possibilidade de ter vida no planeta.

Nos últimos anos a ideia de que Marte não é totalmente seco vem sendo defendida por alguns astrônomos, com base em evidências indiretas de água líquida na superfície do planeta em alguns momentos do ano. O novo estudo de Ojha apresenta as provas mais convincentes até agora da presença de água no planeta vermelho.

Em 2011, Ojha identificou estrias escuras nas paredes de algumas crateras marcianas que haviam sido fotografadas pelo satélite Mars Reconnaissance Orbiter. Ele notou que essas estrias tinham uma aparência mais escura no verão marciano e quase desapareciam no inverno. Ele suspeitou que a presença de água podia explicar esse fenômeno.

A temperatura na superfície de Marte nunca está acima do ponto de congelamento da água em seu estado puro, mas Ojha suspeitou que alguns químicos presentes no solo de Marte baixavam o ponto de congelamento de substâncias em contato com ele, permitindo que, pelo menos no verão, a substância permanecesse líquida. O escurecimento das estrias nas crateras durante o verão, ele pensou, foi causado por esse líquido fluindo. O desaparecimento das estrias no inverno, por outro lado,  indicava o congelamento desse líquido novamente. O último estudo de Ojha examinou essa hipótese detalhadamente, achando fortes indícios para comprová-la. Embora algumas questões ainda precisam ser entendidas, como por exemplo a origem dessa substância líquida, a tese de que existe água em Marte hoje tornou-se mais forte.

Achar marcianos será mais difícil do que achar água, no entanto, uma vez que enxergar bactérias do espaço está além das capacidades de qualquer sonda espacial que os engenheiros já construíram. Mas, encorajados pelo sucesso do Curiosity, um robô do tamanho de um carro que está investigando a superfície marciana desde 2012, a NASA está planejando uma nova missão ao planeta em 2020. Certamente as estrias escuras das crateras estarão no topo da sua lista de prioridades.

Fontes:
The Economist - Water on Mars

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. klívia disse:

    Uau é muito importante pra mim saber que existe a possibilidade de haver água e vida em Marte já que um dia eu vou ser uma astrônoma e astronauta.

  2. Ivan Dultra disse:

    Queria saber que condução devo pegar para chegar na fonte está um secura em SP vou tentar vender. Fui

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *