Início » Vida » Comportamento » A vida nas cidades mais seguras do mundo
Segurança

A vida nas cidades mais seguras do mundo

Osaka, Amsterdã, Sydney, Cingapura e Estocolmo são eleitas pela 'Economist Intelligence Unit' como as cidades mais seguras do mundo

A vida nas cidades mais seguras do mundo
Osaka é a primeira cidade da lista e, segundo o entrevistado pela BBC, reflete o que acontece em todo o país (Foto: Wikimedia)

Na maior parte das cidades do mundo, deixar seus pertences em cima da mesa de um restaurante e ir ao banheiro é considerado uma atitude descuidada. Porém, a realidade é diferente para os moradores das cinco cidades mais seguras do planeta: Osaka, no Japão, Amsterdã, na Holanda, Sydney, na Austrália, Cingapura, que é uma cidade-estado, e Estocolmo, na Suécia.

A BBC entrevistou moradores dessas cinco cidades para entender como é viver em locais como esses. O ranking das cidades mais seguras foi elaborado pela empresa de consultoria Economist Intelligence Unit, avaliando dados de segurança pessoal, estabilidade de infraestrutura, saúde pública e segurança digital.

Osaka, a mais segura

De acordo com os entrevistados, a cidade japonesa é um retrato de tranquilidade. As pessoas transitam de madrugada e mesmo os executivos utilizam transportes públicos.

“É tanta segurança que os moradores locais estão acostumados a deixar seus pertences em uma mesa de café enquanto vão fazer seu pedido. É algo impensável em outros países”, disse o britânico, fundador da revista Kansai Scene, Daniel Lee.

Amsterdã, a cidade liberal

Amsterdã é uma das menores cidades da lista elaborada pela Economist Intelligence Unit em termos de população, com apenas 1 milhão de habitantes. Segundo o gerente de um grande hotel da capital holandesa, Toni Hinterstoisser, o clima é tranquilo e as pessoas tem uma mentalidade aberta.

Sydney, a grande vizinhança

A maior cidade da Austrália tem um clima comunitário, muito comum em cidades pequenas. É o que diz o proprietário de uma empresa de turismo local, Richard Graham. As pessoas tomam conta umas das outras e avisam se algo suspeito está acontecendo.

O governo local fez um investimento de US$ 15 milhões na reforma das calçadas, para incentivar as pessoas a andarem a pé, tornando as ruas mais movimentadas e trazendo segurança para a cidade.

Cingapura e o rigor das leis

Em Cingapura a segurança vem através da punição. A cidade-estado tem rigidez na aplicação das leis, o que a torna uma das mais seguras do mundo. Além disso, o bom salário dos policiais locais traz satisfação a esses profissionais.

De acordo com a cofundadora do guia BonAppetour, a indiana Rinita Vanjre Ravi, as pessoas são honestas e temem as punições.

“Você pode deixar sua bolsa em uma mesa tranquilamente, sabendo que ela vai estar lá quando voltar. Os moradores sabem que existe um alto risco de ser flagrado roubando”, disse Rinita.

Estocolmo, a calmaria

Estocolmo é a capital da Suécia. Por estar localizada no norte da Europa, conta com dias longos no verão. Além disso, a boa iluminação da cidade durante os meses de inverno, quando os dias são mais curtos, traz uma sensação de segurança aos seus habitantes. A titular do blog An English Mamma in Stockholm, Kat T., diz que a cidade é ótima para crianças por ter ótimos parquinhos longe do trânsito. Ela também faz outros elogios aos suecos.

“A cidade tem um clima dinâmico e sofisticado, e os suecos são sempre os primeiros a experimentar novidades, principalmente em tecnologia”, diz a blogueira.

Fontes:
BBC-Como é viver nas cidades mais seguras do mundo

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *