Início » Vida » Comportamento » Boa forma física vem se tornando símbolo de status
Elite em forma

Boa forma física vem se tornando símbolo de status

O exercício nas academias de ginástica é um sinal de status social nos Estados Unidos

Boa forma física vem se tornando símbolo de status
Aulas de spinning podem custar cerca de US$35 por 45 minutos de aula (Foto: Wikimedia)

Em uma sala escura próxima ao centro da cidade de Washington, D.C., o som da música eletrônica que ecoa pelos alto-falantes anima algumas mulheres jovens, quase todas suadas, a se movimentarem. As velas acesas e os cartazes com slogans inspiradores nas paredes criam umclima diferente. Mas não se trata de uma festa movida a drogas, e sim de uma aula de spinning em meados da tarde na academia Soul Cycle. Na visão da Soul Cycle pedalar nas bicicletas de spinning em uma sala escura e ao som de uma música eletrônica alta assemelha-se a entrar em um “santuário da alma”. A experiência, que inclui o levantamento de halteres enquanto se pedala, custa cerca de US$35 por 45 minutos de aula. Esse preço não intimida as alunas com alto poder aquisitivo: “Algumas mulheres pagam muito dinheiro para frequentarem a academia”, disse um membro da equipe, com um ar esnobe.

A recessão de 2008 prejudicou muitos setores da economia, porém o exercício físico passou incólume pela crise. Atualmente, de acordo com os dados da International Health, Racquet and Sportsclub Association, 54 milhões de pessoas fazem ginástica, um número superior aos 45 milhões em 2009. O número de americanos matriculados em academias de ginástica duplicou, em relação a meados da década de 1990.

No entanto, a população ainda não mostra sinais visíveis de estarem mais saudáveis. Segundo as informações da agência governamental Centres for Disease Control, em 2013 um terço dos americanos adultos não fazia nenhuma atividade física em seus momentos de lazer. De 2001 a 2012, a proporção por faixa etária da população obesa ou extremamente obesa aumentou de 36% para 41%. Esse aumento tem diminuído, mas ainda não foi revertido.

A explicação desse paradoxo reside no poder econômico de quem se exercita. Antes, estar acima do peso era um símbolo de “prosperidade”, mas agora a forma física e, em consequência ser magro, é um sinal de status.  Soul Cycle tem academias em Hamptons e no condado de Westchester, em Nova York. Nesses lugares existem muitas academias pequenas, estúdios de ioga etc., que ganham dinheiro com um programa diversificado de atividades físicas, sem que haja obrigação de o aluno ser membro da academia. Eles fazem propaganda da boa forma física como uma espécie de religião. A CrossFit, uma academia que se autodenomina “um fenômeno do condicionamento físico”, defende a prática de exercícios aeróbicos e musculares integrados, apesar de a atividade ser mais direcionada ao levantamento de pesos e os alunos serem chamados de “atletas”. O exercício físico em tese não é um artigo de luxo, mas pode vir a ser.

Fontes:
The Economist - Spin to separate

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *