Início » Vida » Ciência » Crianças expostas a outras línguas podem entender melhor outras pessoas
Pesquisa

Crianças expostas a outras línguas podem entender melhor outras pessoas

As crianças desenvolvem uma 'teoria da mente' gradualmente, e até mesmo os adultos têm isto de forma imperfeita

Crianças expostas a outras línguas podem entender melhor outras pessoas
Esta experiência é a primeira a demonstrar que tais benefícios também servem para aqueles meramente expostos a outros idiomas (Foto: Wikimedia)

Seres humanos não nascem com o conhecimento de que outras pessoas têm mentes com diferentes conteúdos. As crianças desenvolvem uma “teoria da mente” gradualmente, e até mesmo os adultos têm isto de forma imperfeita. Mas um estudo realizado por Samantha Fan e Zoe Liberman, da Universidade de Chicago, publicado na revista Psychological Science, mostra que as crianças bilíngues, e também aquelas que simplesmente foram expostas a outra língua em uma base regular, têm uma vantagem em entender a mente dos outros.

Em um experimento simples, crianças de quatro e seis, monolíngues, bilíngues e já expostas a outras línguas foram colocadas junto com um pesquisador, separadas por uma grade de objetos. Alguns objetos não podiam ser vistos pelo pesquisador, um fato que as crianças podiam ver claramente. Com um carro grande, um médio e um pequeno visíveis para as crianças, mas o pequeno escondido do adulto, o adulto diria “eu vejo um carro pequeno” e pediria à criança para movê-lo. Ambos bilíngues e aqueles do grupo de expostos a língua mexeram no carro de médio porte (o menor que o pesquisador podia ver), em cerca de 75% do tempo, contra 50% para os monolíngues.

Este estudo se junta um monte de outros que sugerem que há vantagens cognitivas em ser bilíngue. Os pesquisadores descobriram que os bilíngues têm mais atenção e controle sobre o planejamento de tarefas complexas. Aqueles que sofrem de demência começam a tê-la, em média, quase cinco anos depois que os monolíngues. Esta experiência é a primeira a demonstrar que tais benefícios também servem para aqueles que são meramente expostos a outros idiomas.

Tornou-se moda considerar o multilinguismo como uma espécie de treinamento mental de elite. Ainda não está exatamente claro quais tipos de competências linguísticas e da exposição ao idioma tornam as pessoas melhores em tarefas específicas. Algumas vantagens podem ser apenas para bilíngues que mudam frequentemente de idioma, outras podem aplicar-se apenas aos que vivem em comunidades mistas. E algumas, como a demência, podem aparecem mais tarde na vida ou aparecer apenas no início para desaparecer em seguida.

 

Fontes:
The Economist-Do you see what I see?

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *