Início » Vida » Ciência » Diário de explorador da Antártida é encontrado após um século
Desbravadores

Diário de explorador da Antártida é encontrado após um século

Dentre as anotações, opiniões e comentários de George Murray Levick, membro da expedição comandado por Robert Falcon Scott

Diário de explorador da Antártida é encontrado após um século
O diário veio à tona durante o degelo da primavera de 2013. Estava localizado na base de Terra Nova, ponto estabelecido por Scott em 1911 (Reprodução/internet)

O diário de um dos integrantes da expedição à Antártida, liderada pelo capitão Robert Falcon Scott (entre 1910 e 1913), foi encontrado após passar um século sob o gelo. A descoberta foi anunciada pelo Fundo de Herança da Antártida da Nova Zelândia.

O caderno traz opiniões, comentários e imagens do fotógrafo, zoólogo e cirurgião, George Murray Levick, que participou da expedição “Terra Nova”, a terceira das incursões britânicas à região no século passado.

O objeto veio à tona durante o degelo da primavera de 2013. Estava localizado na base de Terra Nova, ponto estabelecido por Scott em 1911. Desde então, especialistas vinham trabalhando para recuperar a peça e seus escritos.

Ao chegar à Antártida em 17 de janeiro de 1912, Scott dividiu a expedição em dois grupos. Ele e seus companheiros morreram pouco tempo depois de frio e fome.

Já Levick, que estava no outro grupo, percorreu a costa para realizar observações científicas, porém, ficou preso na base expedição – por causa do gelo. O explorador e outros cinco componentes conseguiram sobreviver ao inverno refugiados em uma caverna aberta no gelo, onde comiam, entre outras coisas, animais nativos.

Após a restauração, o diário foi levado de volta à Antártida onde se encontram reunidos mais de 11 mil objetos recuperados.

“É uma descoberta fascinante. O diário é uma peça que faltava no registro oficial da expedição”, afirmou o diretor executivo do Fundo de Herança da Antártida, Niguel Watson.

 

Fontes:
O Estado de S. Paulo-Diário é encontrado na Antártida após 100 anos de expedição

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *