Início » Vida » Ciência » Moralidade e cor
Psicologia:

Moralidade e cor

Pesquisadores tentaram identificar até onde a cor branca é de fato identificada com a virtude, e a cor preta, com a iniquidade.

Dois cientistas da Universidade da Virgínia, nos EUA, colocaram pessoas de frente para computadores onde palavras como “virtude” e “honestidade”, por um lado, e “trapaça” e “pecado”, por outro, apareciam ora com a cor preta, ora com a branca.

Observou-se que os participantes levaram significativamente mais tempo para identificar a cor das palavras relacionados ao bem quando elas apareciam escritas em preto. O mesmo aconteceu em relação às palavras relacionadas ao mal quando elas apareciam escritas com fonte branca. Os pesquisadores acreditam que isso pode ajudar a entender o preconceito racial.

Fontes:
Morality and colour: Dark for dark business

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. Dorival Silva disse:

    Suponho que essa discriminação entre a cor preta e a branca venha dos tempos de escravização de negros no continente americano, ou seja, de uns cinco séculos para cá. Seria interessante pesquisar se nas antigas Grécia e Roma as duas cores já tinham essa identificação positiva e negativa.

  2. Helio disse:

    @Dorival Silva, Desconfio que se a questão fosse relevante naqueles tempos, a pesquisa teria sido feita. As roupas e os edifícios brancos na antiguidade aparecem sobretudo na versão hollywoodiana. O branco que representa a pureza, a virgindade e a vida para alguns, é preterido pelo vermelho usado pelas noivas na Turquia, e é a cor do luto no Japão.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *