Início » Vida » Ciência » Nanobiotecnologia pode ser fertilizante
Tecnologia

Nanobiotecnologia pode ser fertilizante

Nanobiotecnologia pode ser fertilizante
Nanotubo de carbono (Fonte: El País)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Testes mostraram que a exposição de sementes a nanotubos de carbono melhora a qualidade do produto final.

Os agricultores utilizaram esterco, adubo vegetal e cinza durante séculos e não sabiam exatamente como funcionava. No século XIX, a química conseguiu descobrir que eles fornecem nitrogênio, fósforo e potássio para as plantas. Hoje em dia, outro tipo de fertilizante pode fazer o mesmo papel. Por razões ainda não totalmente claras, parece que expor as sementes aos nanotubos de carbono antes da germinação faz com que o broto cresça mais rápido e maior.

Um nanotubo de carbono é um pequeno cilindro de átomos de carbono. Esses tubos estão sendo usados na eletrônica, mas passaram a ser motivos de preocupação. Caso passe a ser muito utilizado pode prejudicar os seres humanos, pois interfere na forma como as células funcionam. A possibilidade de usar as nanoparticulas para penetrar o duro revestimento da semente existe, mas essa camada também pode diminuir a absorção de nutrientes. Isso pode ser bom para as sementes selvagens, mas não faz o mesmo efeito nas que são cultivadas. Pesquisadores fizeram um experimento com sementes de tomate. Algumas foram expostas a nanotubos e outras não. O relatório revelou que as sementes expostas aos nanotubos cresceram mais rápido, e as plantas eram mais altas e pesadas.

Fontes:
Economist - Nanobiotechnology -- Seeding the seeds

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Evandro Correia disse:

    Difícil de entender essa nanobiotecnologia mas se ela produz bons resultados, tudo bem.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *