Início » Vida » Ciência » NASA pode fechar Estação Espacial Internacional
Questões orçamentárias

NASA pode fechar Estação Espacial Internacional

O governo de Barack Obama terá de decidir quanto à manutenção das atividades da Estação Espacial Internacional (ISS). O orçamento da agência espacial não cobre todos os seus gastos e o intervalo entre o envio das  atuais naves espaciais e as próximas será de sete anos, o que aumenta as chances de a estação fechar.

O financiamento de programas da NASA, que dependem da frota de naves espaciais, esteve em discussão por um comitê de peritos que aconselhou o governo dos EUA a manter as missões da ISS até 2015. Os custos da estação são sustentados em grande parte pelos EUA e partilhados entre países europeus, Rússia e Japão.

A NASA precisa tirar as atuais naves espaciais de circulação e esperar que as próximas, ainda em desenvolvimento, estejam prontos em 2015. A decisão de manter a estação é uma questão política que envolve orçamento, em meio a uma crise financeira. O Comitê quer que a estação envie as atuais naves espaciais em ao menos sete voos — o que aumentaria o orçamento em US$ 1,5 bilhão. Alguns defendem que a ISS seja lançada no mar, por motivos de segurança. Os que defendem as novas missões argumentam que as naves espaciais levam mais carga do que outros meios.

Fontes:
NASA pondera encerrar Estação Espacial Internacional

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. Dorival Silva disse:

    Seria pena jogar fora bilhões em investimento na estação espacial por falta momentânea de verba.

  2. Elísio disse:

    Porque não convidam a China para participar do projeto da ISS? Que EUA deixe de birra e convidem a China logo, para salvar o orçamento da ISS. Se não convidarem a China, daqui a poucos anos, ISS será jogado no mar, ao mesmo tempo que os chineses colocaram a sua estação em órbita, além de conquistarem a Lua até 2020. Os chineses é a nova “bola da vez” no mundo. Que EUA deixem de serem arrogantes.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *