Início » Vida » Educação » O papel do professor
Educação

O papel do professor

Como transformar o sistema de ensino para atrair profissionais competentes e ambiciosos?

O papel do professor
O ensino deveria ser uma profissão exercida por pessoas altruístas e dedicadas a melhorar a perspectiva de vida das crianças (Reprodução/Satoshi Kambayashi)

Imagine um trabalho no qual a excelência profissional não tem influência no aumento salarial ou nas chances de promoção, e o desempenho fraco não obrigatoriamente significa demissão. O salário é baixo em relação às qualificações dos profissionais, mas as férias são longas e a aposentadoria é ótima.

O ensino deveria ser uma profissão exercida por pessoas altruístas e dedicadas a melhorar a perspectiva de vida das crianças. Mas com muita frequência os sistemas de ensino atraem professores medíocres e desinteressados. Muitos professores mexicanos herdaram seus postos de trabalho; o salário dos professores brasileiros é inferior ao de outros funcionários públicos e eles se aposentam bem mais cedo. Um quarto dos professores indianos fica ocioso durante as aulas. Em Nova York é tão difícil demitir os professores que, mesmo os acusados de roubo ou de agressões param de dar aulas, mas continuam trabalhando em “funções administrativas” e recebendo o salário integral, às vezes durante anos.

É possível encontrar pessoas extremamente competentes nos piores sistemas escolares. Mas, como os professores preguiçosos e incompetentes não são punidos, os profissionais sérios e dedicados perdem a motivação. As pesquisas realizadas nos Estados Unidos e na Grã-Bretanha revelaram a falta de autoestima e de valorização por parte dos professores. As conversas dos professores ingleses entediados nos fóruns on-line giram em torno dos poucos meses que faltam para as longas férias de verão e os poucos anos até a aposentadoria. Não surpreende, portanto, que tantas crianças tenham dificuldade de aprendizado. Nenhuma escola pode oferecer um bom ensino sem professores competentes e dedicados.

No entanto, é possível convencer pessoas ambiciosas e que têm interesse em seguir uma carreira promissora a serem professores. O salário dos professores na Finlândia é modesto, mas eles são bem administrados e incentivados; dez professores qualificados concorrem a uma vaga de treinamento. A Coreia do Sul contrata professores escolhidos entre os 5% dos melhores recém-formados e oferece ótimos salários. Nesses dois países os professores são respeitados e os resultados do desempenho escolar estão entre os melhores do mundo.

Fontes:
The Economist-Those who can

1 Opinião

  1. Ludwig Von Drake disse:

    Creio que o sistema de ensino no Brasil tenta cumprir o seu objetivo, que é o de preparar uma elite para comandar a sociedade e os demais para obedecer. A única falha é que a elite está se tornando apedêduta.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *