Início » Vida » Educação » Professor acha relíquia que ajudou a embasar ruptura de Henrique VIII com Roma
História

Professor acha relíquia que ajudou a embasar ruptura de Henrique VIII com Roma

Livro forneceu argumentos para rei da Inglaterra romper com o Papa após se casar com Ana Bolena

Professor acha relíquia que ajudou a embasar ruptura de Henrique VIII com Roma
Em março, a relíquia será exibida pela primeira vez como um objeto principal em uma exposição (Reprodução/Steven Haywood/National Trust)

O professor americano, James Carley, especialista na biblioteca de Henrique VIII, achou um livro que ajudou a mudar a história do Reino Unido. A obra foi encontrada nas prateleiras da biblioteca de Lanhydrock, uma mansão em Cornwall, protegida pela organização National Trust.

Publicada em 1495, o livro foi usado para embasar os argumentos dos advogados do rei Henrique VIII durante o processo de anulação de seu casamento com Catarina de Aragão na década de 1530. O divórcio levou a Inglaterra a romper com a Igreja Católica em Roma. O rei estava irritado com sua esposa, porque ela não conseguia gerar um herdeiro do sexo masculino.

Por volta de 1525, ele teria se apaixonado por Ana Bolena, irmã de sua ex-amante, Maria Bolena. O rei se casou com Ana em 1533, mas o Papa Clemente VII, que jamais reconhecera a anulação do casamento anterior, declarou que Catarina continuava sendo a Rainha da Inglaterra. Henrique VIII, então, decretou o Ato de Supremacia, no qual ele próprio se declarava o chefe da Igreja da Inglaterra. Na época, o monarca estava atrás de teses e provas para embasar a sua busca por autonomia em relação a Roma. Segundo James Carley, o livro recém-descoberto em Cornwall contém um resumo das teorias do filósofo e teólogo medieval Guilherme de Ockham, que foram consultados pelos advogados do rei.

Apesar de não haver nada da caligrafia do rei no livro, Carley tem certeza de que este foi consultado durante os anos em que o monarca estava procurando desesperadamente uma maneira de se livrar de Catarina. Essa teria sido a razão para o livro de Ockham ir parar na biblioteca real. Afinal, várias páginas no livro têm passagens marcadas por secretários para chamar atenção do rei, incluindo uma seção crucial, com um título que se traduz como: “Quando é autorizado retirar-se da obediência ao Papa”. Apesar de estar um pouco danificado, o livro “escapou” de um desastroso incêndio na casa em 1881.

Em março, com a reabertura da casa ao público, a relíquia será exibida pela primeira vez como um objeto principal em uma exposição.

 

Fontes:
O Globo-Professor descobre livro que ajudou a embasar ruptura de Henrique VIII com Roma

1 Opinião

  1. Vitafer disse:

    E as mulheres continuam reinando na Inglaterra…

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *