Início » Vida » Meio Ambiente » Elevação de temperatura dos oceanos causa morte de corais
MORTE DE CORAIS

Elevação de temperatura dos oceanos causa morte de corais

A poluição e a pesca predatória danificam os recifes de coral, mas a elevação da temperatura da água tem sido a principal causa da morte das colônias de corais

Elevação de temperatura dos oceanos causa morte de corais
A elevação da temperatura da água também provoca a expulsão das microalgas (Foto: Wikimedia)

Cerca de um quinto dos corais do mundo morreu nos últimos três anos. De acordo com alguns especialistas, nos últimos 40 anos os recifes de coral reduziram-se à metade. A partir de 2015, a poluição e as mudanças climáticas causaram a morte de um terço dos corais da Grande Barreira de Corais da Austrália. Os corais são animais cnidários, cujos pólipos produzem um esqueleto calcário externo, o principal responsável pela formação de recifes.  Os recifes de coral por abrigarem uma extraordinária variedade de fauna e flora é um dos mais importantes habitats marinhos do mundo.

O lixo jogado nos mares e oceanos bloqueia a luz do sol e os detritos pontiagudos cortam os tecidos dos corais. Os resíduos de plásticos absorvem e disseminam bactérias. O limo e a areia que deságuam no mar impedem a respiração dos corais. A pesca predatória aumenta o crescimento de algas que expulsam os corais de seus habitats naturais. Essas algas, que se alimentam de nutrientes de águas poluídas, absorvem bactérias que matam as larvas de coral.

Mas a maior ameaça à sobrevivência dos recifes de coral é o aumento da temperatura da água. O calor diminui a resistência dos corais ao ataque de vírus. Ainda mais importante, o aquecimento da água impede a realização do processo de fotossíntese, no qual as microalgas que vivem no interior dos tecidos dos corais liberam compostos orgânicos que os alimentam. A elevação da temperatura da água também provoca a expulsão das microalgas, o que causa um branqueamento nos corais, com a consequente morte.

Além disso, o acúmulo de dióxido de carbono na atmosfera está aumentando a acidez da água do mar, o que dificulta a utilização do carbonato de cálcio da água para construir o exosqueleto dos corais.

A preservação dos recifes de coral tem sido objeto de diversos estudos. Alguns especialistas sugerem cobri-los com grandes toldos flutuantes para evitar o aquecimento da água. Outros propõem bombear a água fria das partes mais profundas do oceano nas proximidades dos recifes.

Vários laboratórios estão fazendo experimentos com reprodução seletiva e engenharia genética, a fim de criar variedades mais resistentes. O monitoramento dos recifes de coral tem sido de grande importância para prevenir o fenômeno do branqueamento, que tem destruído as colônias de corais no mundo inteiro. Inúmeras pesquisas têm ajudado os especialistas a encontrar soluções. É preciso preservá-los.

 

Leia também: Aquecimento dos oceanos segue a todo vapor
Leia também: A tecnologia como aliada dos oceanos

Fontes:
The Economist-Why is so much of the world's coral dying?

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *