Início » Vida » Ciência » Estudo avalia quais as doenças mais comuns em diferentes partes do mundo
Saúde

Estudo avalia quais as doenças mais comuns em diferentes partes do mundo

Como as características socioeconômicas e políticas dos países influenciam os diversos tipos de enfermidades

Em 2013 o Institute for Health Metrics and Evaluation, com sede em Seattle, realizou uma pesquisa sobre diversas doenças existentes no mundo. Os últimos resultados desse estudo, com o foco em disfunções psíquicas, fisiológicas ou anatômicas, foram publicados há pouco tempo na revista Lancet.

Os problemas ocasionados por doenças específicas todos os anos são avaliados pelo cálculo do número dos habitantes que sofrem dessa doença em um determinado país; em seguida, esse número é multiplicado pelo grau de gravidade da doença medido em uma escala de zero (ou seja, sem efeito) a um (efeito letal).

grafico

Em laranja: dor lombar; azul: depressão ; verde: deficiência de ferro; marrom: HIV; amarelo: diabetes; cinza: outros; branco: sem dados

Como o mapa mostra, as dores nas costas são queixas mais frequentes em países desenvolvidos, com uma população idosa. Em geral, a depressão é o distúrbio mais recorrente em países jovens e com um alto índice de pobreza. A anemia é a doença mais comum em países sem recursos e devastados pela guerra, onde a escassez de alimentos é constante. Por sua vez, em algumas regiões prósperas do Oriente Médio onde as pessoas têm hábitos sedentários, a diabetes é a maior fonte de preocupação.

Fontes:
Economist-Global disability

2 Opiniões

  1. DJALMA BENTES disse:

    Regina Caldas, Sem qualquer gozação, acho agora que a Dilmá está com méritos por ter feito apologia à mandioca; afinal é uma das principais fontes de energia principalmente no norte e nordeste do judiado Brasil. ‘ EXU DE 9 DEDOS-X 9 ‘ NA CADEIA JÁ.

  2. Regina Caldas disse:

    Estudo absolutamente furado. Imagina se no Brasil a anemia (falta de ferro) não é uma das piores doenças que afeta populações que vivem na pobreza, e tem como fonte de energia apenas o açúcar e os farináceos! E por ai vai….

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *