Início » Vida » Meio Ambiente » Governo americano autoriza Shell a reiniciar exploração no Alasca
Petróleo

Governo americano autoriza Shell a reiniciar exploração no Alasca

Em 2012, a petroleira foi obrigada a suspender as atividades na região devido a uma sucessão de erros que quase causou um desastre

Governo americano autoriza Shell a reiniciar exploração no Alasca
Local de exploração de petróleo no Alasca. EUA afirmam que decisão foi estudada (Foto: Wikipédia)

O governo dos Estados Unidos autorizou a Shell a reiniciar as perfurações em busca de petróleo no Ártico, embora muitos ambientalistas venham alertando incessantemente para o risco de um desastre ambiental.

o governo Obama aprovou, na última segunda-feira, 11, o pedido da petrolífera de continuar a busca por petróleo e gás no território frágil e traiçoeiro do mar do Alasca. Há três anos a empresa foi forçada a suspender as atividades na região devido a uma sequência de erros de sua equipe que pôs em risco o meio ambiente local.

Grupos de cientistas e ambientalistas criticaram a decisão e alertaram que a Shell tem um plano “mal concebido e arriscado de exploração” que pode “causar um desastre no Ártico”.

“Em vez de manter a Shell sob controle e levar o país a um futuro sustentável, os nossos reguladores federais estão atendendo a uma empresa mal preparada em uma região que não tolera erros. A Shell tem um histórico de mau funcionamento perigoso no Ártico. Cientistas de todo o planeta concordam que o petróleo do Ártico deve ficar onde está se quisermos evitar uma mudança climática catastrófica”, disse o pesquisador sênior do Greenpeace, Tim Donaghy.

De acordo com Donaghy, a aprovação de Obama aos planos da Shell é um exemplo de que os reguladores estão “olhando para o outro lado enquanto a empresa utiliza caminhos que podem causar uma catástrofe”.

Governo justifica aprovação

A diretora do Interior Department’s Bureau of Ocean Energy Management, Abigail Ross Hopper, que aprovou os planos da empresa, justificou a decisão dizendo que houve um estudo profundo para dar a resposta ao pedido da empresa.

“Temos tido uma abordagem cuidadosa para considerar a exploração potencial no mar de Chukchi, reconhecendo a questão ambiental, social e de recursos ecológicos na região, estabelecendo elevados padrões para a proteção desse ecossistema crítico, de nossas comunidades árticas, as necessidades de subsistência e as tradições culturais dos nativos do Alasca”, disse Abigail.

Fontes:
Guardian-Shell to resume Arctic drilling off Alaska as green groups warn of disaster

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *