Início » Vida » Ciência » Hospital americano se prepara para realizar transplante de útero
SAÚDE

Hospital americano se prepara para realizar transplante de útero

A Suécia é o único país que já fez o transplante com sucesso

Hospital americano se prepara para realizar transplante de útero
Os transplante serão feitos para que as mulheres possam engravidar (Foto: Pixabay)

Os cirurgiões do hospital Cleveland Clinic esperam se tornar em alguns meses os primeiros a realizar transplantes de útero em mulheres, nos Estados Unidos, para que elas possam engravidar.

Leia mais: Reino Unido autoriza transplante de útero a 10 mulheres

As mulheres beneficiárias serão aquelas que nasceram sem o útero, que tiveram que retirá-lo ou que apresentaram algum problema nele. Os transplantes serão temporários. O útero doado será retirado depois que a beneficiária tiver um ou dois bebês, para que ela possa parar de tomar os remédios que previnem a rejeição do transplante.

Caso o procedimento funcione, muitas mulheres poderão se beneficiar. Cerca de 50 mil mulheres nos Estados Unidos podem se tornar candidatas. Mas o transplante têm riscos. As mulheres saudáveis vão enfrentar os riscos da cirurgia e dos medicamentos contra a rejeição do transplante. A gravidez será considerada de alto risco, já que o feto será exposto a estes remédios e vai se desenvolver em um útero transplantado.

Oito mulheres ao redor do país já estão na triagem do processo do hospital.  Segundo o médico Andreas G. Tzakis, ideólogo do projeto, há mulheres que não querem adotar filhos por questões pessoais, culturais e religiosas. “Estas mulheres sabem exatamente a que estão se submetendo, estão informadas sobre os riscos e os benefícios e tem tempo o suficiente para pensar sobre o assunto.” O hospital planeja fazer dez procedimentos experimentais antes de decidir se vai continuar oferecendo a operação.

A Suécia é o único país que já fez o transplante com sucesso. O procedimento foi feito na Universidade de Gotemburgo com o útero de uma doadora viva. De nove mulheres que fizeram o transplante, quatro já tiveram filhos e uma está grávida. Os bebês nasceram saudáveis, apesar de prematuros. Dois transplantes falharam e os médicos tiveram que remover o útero, um por causa de um coágulo e outro por conta de uma infecção. Outros hospitais dos Estados Unidos e do Reino Unido também estão se preparando para fazer o transplante, mas não estão tão avançados quanto o de Cleveland.

Os médicos do hospital americano, por sua vez, vão usar doadores mortos para evitar colocar a doadora em risco. Para uma doadora viva, a operação é mais complicada, podendo levar de sete a 11 horas. No caso de doadores mortos, o órgão pode ser removido mais rapidamente.

 

 

 

Fontes:
The New York Times-Uterus Transplants May Soon Help Some Infertile Women in the U.S. Become Pregnant

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. lidiane Cristina soares godoy disse:

    Eu gostaria muito de engravidar novamente; por erro medico no parto da minha filha tive que tirar o ultero, casei novamente e meu marido quer ter un filho

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *