Início » Vida » Comportamento » Interesse familiar não é mais fator decisivo em casamentos indianos
Casamentos Indianos

Interesse familiar não é mais fator decisivo em casamentos indianos

Na Índia, um número cada vez maior de jovens escolhe com quem casar

Interesse familiar não é mais fator decisivo em casamentos indianos
Agora, os jovens procuram seus possíveis parceiros e cabe à família aprová-los ou não (Foto: Pixabay)

O casamento é uma instituição fundamental em todas as sociedades. Mas na Índia o casamento é um acontecimento mais importante do que qualquer outro na vida de dois jovens. Os muitos dias de festas, os presentes caros de sáris e joias, os anúncios de jornais de procura de noivas e noivos e as comédias românticas de Bollywood mostram a importância do casamento para os indianos. No entanto, é uma instituição em fase de mudança, com mais liberdade e emoção, mas ainda sem regras bem definidas.

Em geral as mulheres indianas casam com quase 30 anos e os nascimentos de filhos de pessoas solteiras são raríssimos. Os casamentos são com frequência organizados de acordo com os interesses familiares e o pagamento de dotes é um costume rotineiro na sociedade indiana. Em cerca de 90% a 95% dos casos os indianos casam com pessoas que pertencem à sua casta. Mas apesar dessas regras básicas, o padrão tradicional mudou.

Gourav Rakshit, o executivo-chefe de um site popular de relacionamentos, Shaadi.com, percebeu uma mudança sutil, porém importante no perfil dos usuários. Antes os pais e os irmãos mais velhos procuravam os parceiros potenciais e os submetiam à aprovação do futuro noivo ou noiva. Agora, os jovens procuram seus possíveis parceiros e cabe à família aprová-los ou não. “O casamento continua a ser uma decisão da familia”, disse Rakshit. “Porém não é mais a família que controla o processo de escolha.”

Fontes:
The Economist - Love (and money) conquer caste

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *