Início » Vida » Meio Ambiente » Água cada vez mais suja
Oceanos

Água cada vez mais suja

Água cada vez mais suja
Fonte: Economist

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Os oceanos estão sofrendo mudanças profundas devido à pesca excessiva, à poluição das águas e ao aquecimento.

Segundo o oceanógrafo Jeremy Jackson, as consequências trazidas por essas mudanças são o aumento do número de águas-vivas e de algas. Um relatório recente identificou o aumento da mucilagem marinha. Este fenômeno é sazonal e forma uma massa gelatinosa em decomposição, formada por animais marinhos mortos, plantas, fezes e qualquer outro tipo de material que fique retido. A mucilagem é formada quando o material não afunda rapidamente e muitas vezes pode se espalhar por centenas de quilômetros.

A mucilagem marinha foi detectada pela primeira vez na costa da Itália em 1729. Na época, os pescadores tiveram suas redes obstruídas pelo muco mal cheiroso, e desde então, o fenômeno passou a acontecer de vez em quando. Estudos mostraram que o número de águas vivas aumentou devido ao menor número de peixes que se alimentam delas. Elas também são a causa do fechamento de usinas elétricas e de dessalinação e incomodam os banhistas.

Fontes:
Economist - The rise of slime

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. Evandro Correia disse:

    Eca! Estamos destruindo o mundo aos poucos – não há vontade política de mudar o rumo.

  2. Markut disse:

    Cuidado com as fantasias tecnológicas acenando para a possibilidade da nossa sobrevivência em outros planetas, caso consigamos destruir completamente a possibilidade de vida neste, que ora ocupamos.
    O perigo está em criarmos um imaginário, em que a depredação, que estamos provocando, não é tão tão grave assim, na medida em que a ciência nos proverá de outros recursos de preservação e subsistência.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *