Início » Vida » Meio Ambiente » Ambientalistas dizem que papel higiênico macio prejudica o meio ambiente
Ecologia

Ambientalistas dizem que papel higiênico macio prejudica o meio ambiente

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O Greenpeace agora defende que não se use o papel higiênico ultramacio, formado por duas camadas de folhas. Segundo a ONG, esse tipo de produto não pode ser feito com papel reciclado. Sua produção exige fibras de celulose virgens, o que significa o corte de toneladas de árvores.

O Greenpeace diz que, nos Estados Unidos, grande parte da madeira usada para fabricar esse tipo de produto é tirada das florestas nativas do norte do Canadá, importantes na absorção do dióxido de carbono (CO2). Já as árvores plantadas exclusivamente para a produção de papel estão na lista negra dos ambientalistas porque as áreas de monocultura não servem de hábitat para variedades grandes de animais.

Nos Estados Unidos e em alguns países da Europa, os papéis higiênicos mais caros têm três e até quatro camadas de folhas.

Fontes:
Veja - Cruzada contra o conforto no banheiro

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. ricardo disse:

    Greenpeace apnta as duas folhas macias, já a outra opção também devasta, mesmo com a reciclagem milhares de florestas também. Temos que mudar o nosso estili de vida.

  2. Ildefonsino de Freitas Júnior disse:

    O Greenpeace devia agir policamente com mais eficiência tentando inpedir uma gestão como essa do BOLSONARO, que devasta florestas, e permite invasão de terras indígenas e sua contaminação com o CORONAVIRUS, das águas com mercúrio para extração de ouro.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *