Início » Vida » Meio Ambiente » Carro elétrico empaca na corrida para ser o veículo do futuro
Carros de baixa emissão

Carro elétrico empaca na corrida para ser o veículo do futuro

Longe de ser uma tragédia, fracasso se deve ao fato de que todos os carros têm se tornado mais verdes

Carro elétrico empaca na corrida para ser o veículo do futuro
É provável que, no futuro, carros elétricos façam parte da frota, mas não serão a resposta completa (Reprodução/AP)

Maio não foi o mês mais feliz para os carros elétricos. Em 1° de maio a Coda, uma montadora americana de carros movidos a bateria, anunciou que estava falida; no dia 26 a Better Place, uma conhecida fabricante de carros com baterias recarregáveis (que levantou quase US$ 1 bilhão em investimentos em 2007) entrou com um pedido de liquidação em Israel. A Fisker, outra montadora americana de carros elétricos, que é parcialmente financiada pelos contribuintes, ficou à beira do colapso.

O presidente da Fiat-Chrysler disse que a empresa perderá US$ 10.000 para cada carro a bateria 500e vendido.

Em geral, os carros elétricos, sejam totalmente movidos a bateria ou híbridos (que usam motores movidos a gasolina como suporte) fracassaram. Eles são caros, mesmo com subsídios estatais, e aqueles que dependem inteiramente de baterias têm uma capacidade limitada.

Esse fracasso é relevante? Nem tanto. Uma barreira é o fato de que todos os carros têm se tornado mais verdes, em parte devido à necessidade das montadoras de atender a limites de emissões. É provável que os carros elétricos puros, apesar da partida lenta, farão parte da frota mais limpa do amanhã: eles apenas não serão a resposta completa.

Dada essa incerteza, a melhor coisa que os políticos fariam seria estabelecer metas de emissão globais e deixar que os empresários lidem com os riscos. Em todos os lugares onde essa abordagem foi aplicada – Europa, EUA, Japão e mais recentemente na China – as montadoras resmungaram, mas reagiram, sobretudo ao aprimorar a eficiência do centenário motor de combustão interna.

 

*Texto traduzido e adaptado da Economist por Eduardo Sá

Fontes:
The Economist-Flat batteries

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

3 Opiniões

  1. Alexsandros disse:

    Com um aumento de 100% nas vendas em relação ao ano passado, os carros elétricos são um fracasso?, apenas o nissan Leaf teve um aumento de mais de 400%. Sem contar o sucesso do Tesla Modelo s, que recentemente foi considerado o melhor carro já construido(incluindo os carros a explosão).

  2. André Luiz D. Queiroz disse:

    Alexsandros,
    O problema é que mesmo com um aumento de 100% das vendas dos carros elétricos em geral, isso ainda corresponde a participação de mercado ínfima: se em 2011 o total de vendas de elétricos tenha sido, digamos, 10.000 unidades, e em 2012 esse total tenha chegado a 20.000 , esses número ainda é absolutamente inexpressivo perante os números de carros convencionais de motor a explosão. Tudo se resume a uma questão muito simples: os carros elétricos e híbridos ainda são muito caros! No mínimo 30% mais caros do que os modelos convencionais de igual porte e desempenho. Somente o mote de sustentabilidade não é suficiente para convencer os consumidores a mudar de opinião e comprar elétricos (eu mesmo: recentemente perdi meu carro na chuva — calço hidráulico no motor — e cogitei convertê-lo para elétrico, mas os custos da conversão são completamente proibitivos…)

    Depois, há outros problema pouco considerado: o aumento da produção de elétricos irá criar uma demanda muito aquecida por minerais estratégicos, como o lítio (o Afeganistão concentra grandes reservas…), e terras raras (cuja produção está concentrada quase toda na China!). Ou seja: você escapa de um problema de matriz energética (petróleo e derivados) e cai em outro, talvez ainda mais complexo geopoliticamente.

    Os carros elétricos podem, e possivelmente serão realmente o futuro. Mas para isso ainda há que se desenvolver mais as tecnologias e processos envolvidos, para que esse futuro chegue!

  3. Élio J. B. Camargo disse:

    A julgar pela invenção da garota norte-americana, parece que o carro elétrico será sucesso.
    http://www1.folha.uol.com.br/tec/2013/05/1283671-invencao-de-garota-de-18-anos-permitira-recarregar-bateria-de-celular-em-20-segundos.shtml

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *