Início » Vida » Meio Ambiente » Coiotes conquistam espaço urbano nos EUA
coiotes cosmopolitas

Coiotes conquistam espaço urbano nos EUA

Outrora restritos ao sudoeste americano, a espécie se espalhou pelo país e agora atinge áreas metropolitanas de grande porte

Coiotes conquistam espaço urbano nos EUA
Espécie é inteligente e extremamente adaptável (Reprodução/Internet)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Estima-se que cerca de 2.000 coiotes habitem a região de Chicago e seus subúrbios, e parece provável que o animal esteja se multiplicando em muitas outras partes urbanizadas dos EUA. Outrora restritos ao sudoeste americano, a espécie se espalhou pelo continente durante o século XX e mais recentemente atingiu áreas metropolitanas de grande porte, tais como Los Angeles, Boston e até mesmo Nova York. Em 2010, um espécime particularmente intrépido foi capturado em um estacionamento em Tribeca, uma vizinhança descolada de Nova York.

Em Chicago, o Projeto Coiote do Cook County tem tentado entender como a espécie está conquistando a metrópole. Parte da resposta é que o coiote é inteligente, extremamente adaptável e tem um ciclo reprodutivo curto. Eles são comedores oportunistas e ingerirão coelhos, ratas, gansos canadenses, frutas, insetos e animais de estimação de bom grado. É possível que eles também estejam ocupando um nicho vago de predador no topo da cadeia alimentar outrora ocupado pelos lobos.

Os coiotes raramente atacam pessoas. Entre 1960 e 2006, houve apenas 159 casos registrados na América do Norte. Em comparação, em 2012 foram registradas 5.000 mordidas de cachorros domésticos apenas no Cook County, área que engloba Chicago.

Nas cidades americanas, a chave do sucesso do coiote é sua condição praticamente invisível, e observações dos animais durante a recentetemporada de acasalamento foram raras o bastante para se tornarem material jornalístico televisivo. Isso não acontece por acaso. Aqueles que observam os animais afirmam que o coiote é mais notívago em regiões urbanizadas que em um ambiente silvestre, o que sem dúvida alguma contribuiu para sua conquista silenciosa de partes metropolitanas dos EUA. Outrora conhecido como “o fantasma dasplanícies”, os coiotes estão começando a serem conhecidos como “os fantasmas das cidades”. Mas seu futuro parece assegurado, contanto que eles se atenham às sombras.

Fontes:
The Economist-Dogged persistence

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *