Início » Brasil » Deslizamentos de terra interditam duas importantes vias do Rio
CHUVA FORTE

Deslizamentos de terra interditam duas importantes vias do Rio

Fortes chuvas atingem o Rio de Janeiro desde a madrugada desta quinta-feira, 22

Deslizamentos de terra interditam duas importantes vias do Rio
O Centro de Operações Rio recomenda que as pessoas usem o metrô para se deslocar (Foto: Facebook/Centro de Operações Rio)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Um deslizamento de terra causado por fortes chuvas interditou a Avenida Niemeyer, na zona sul do Rio de Janeiro, por volta das 13h desta quinta-feira, 22.

Cerca de uma hora e meia depois, a pista sentido São Conrado já havia sido liberada, enquanto o sentido Leblon continua interditado. O Centro de Operações Rio recomenda que as pessoas usem a Linha 4 do metrô para se deslocar.

Desde a madrugada desta quinta-feira, 22, o município do Rio de Janeiro está sendo afetado por fortes pancadas de chuvas em diferentes pontos, o que levou a cidade a ficar em estado de atenção. Apesar das equipes da Prefeitura já terem conseguido escoar a água de alguns pontos, outros locais, principalmente da zona sul, ainda enfrentam problemas por causa das chuvas.

Na Rocinha, também na zona sul do Rio de Janeiro, outro deslizamento de terra interditou a Estrada da Gávea, na altura do Largo das Flores. Policiais estão no local e equipes da Prefeitura já foram acionadas. O trânsito segue congestionado em diferentes bairros do Rio de Janeiro devido aos incidentes causados pela chuva.

No morro do Vidigal, assim como na Rocinha, foram acionadas as sirenes de emergência por conta do grande risco de deslizamento. Os moradores devem deixar suas casas por medidas de segurança, seguir as instruções repassadas através de mensagens de áudio e se dirigir aos pontos de apoio estabelecidos.

Fontes:
O Globo-Deslizamento de terra interdita Avenida Niemeyer, na Zona Sul do Rio

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *