Início » Vida » Meio Ambiente » Dez anos de controvérsia na Inglaterra
Organismos geneticamente modificados

Dez anos de controvérsia na Inglaterra

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Há quase dez anos, um tribunal britânico absolveu Peter Melchett, ex-presidente do Greenpeace, da acusação de destruir uma plantação de organismos geneticamente modificados (OGMs). Hoje, ativistas anti-OGMs continuam agindo na Inglaterra.

Em junho, vândalos destruíram um campo de batatas geneticamente modificadas. Mas, apesar de muitos britânicos permanecerem desconfiados em relação a este tipo de alimento, a oposição aos OGMs vem diminuindo, por inúmeros motivos.

Entre as razões, está o fato de os alertas sobre a segurança dos OGMs terem reduzido significativamente. O motivo mais importante, no entanto, são os relevantes ganhos ambientais que os OGMs podem representar.

Em 2007, a área utilizada para o plantio de organismos geneticamente modificados em todo o mundo aumentou 12% em relação a 2006. Este tipo de alimento vem sendo cultivado em 23 países, principalmente nos EUA, Argentina, Brasil, Canadá, Índia e China.

Fontes:
Economist - Green.view: Green genes

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *