Início » Internacional » Furacão Michael é rebaixado para tempestade tropical
EUA

Furacão Michael é rebaixado para tempestade tropical

Pelo menos cinco pessoas morreram na passagem da tempestade pelos estados da Geórgia e da Flórida, onde o cenário é de destruição

Furacão Michael é rebaixado para tempestade tropical
Para esta quinta-feira ainda são esperados fortes ventos, chuvas intensas (Foto: NOAA)

O furacão Michael perdeu força e foi rebaixado para uma tempestade tropical, segundo informou o Centro Nacional de Furacões (NHC) dos Estados Unidos nesta quinta-feira, 11. Ele teve a sua categoria reduzida perto da fronteira entre os estados da Geórgia e Carolina do Sul.

A tempestade atingiu o solo americano na tarde da última quarta-feira, 10, na categoria 4 da escala Saffir-Simpson, com ventos de 250 km/h. Em sua passagem pelos estados da Geórgia e da Flórida, pelo menos cinco pessoas morreram, segundo noticiou o New York Times. Na Flórida, o cenário é de destruição.

Para esta quinta-feira, ainda são esperados fortes ventos e chuvas intensas em partes da Geórgia, Carolina do Sul e Carolina do Norte, conforme informou o NHC pelas redes sociais. Enquanto isso, segundo o governador da Flórida, o republicano Rick Scott, o estado já começou a trabalhar para restabelecer a energia elétrica e a normalidade.

“Equipes estão trabalhando para restabelecer a luz e recolher os escombros. Mantenham-se afastados das ruas para que estas equipes possam trabalhar. As ruas estão fechadas para sua segurança. Lembrem que não se pode tocar as linhas elétricas caídas e nem dirigir em condições perigosas”, explicou Scott pelo Twitter.

Também pelas redes sociais, a Agência Federal de Gestão de Emergências (Fema) solicita que as pessoas que precisam de ajuda não efetuem ligações, mas enviem mensagens. Isso porque, segundo informou o órgão, “as linhas telefônicas podem estar sobrecarregadas nas áreas afetadas”.

O Serviço Nacional de Meteorologia (NWS) da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA) também está usando as redes sociais para dar dicas à população de como se proteger dos efeitos da tempestade. O NWS alerta que as pessoas precisam evitar dirigir em áreas alagadas. Além disso, destaca que, caso uma casa esteja localizada próxima a árvore, o ideal são as pessoas estarem localizadas no cômodo mais distante dela, visto o risco de queda.

Os estados da Carolina do Sul e da Carolina do Norte, que há quase um mês lidavam com os efeitos do furacão Florence, se preparam para receber a tempestade Michael nesta quinta-feira.

Flórida

Até o momento foi o estado mais atingido pelo Michael, que chegou à região na última quarta-feira. Os ventos fortes e intensas chuvas causaram destruição e, já nas primeiras horas, na praia de Panama City, causou a queda de uma construção. Ao todo, mais de 375 mil pessoas receberam ordem de evacuação por medidas de segurança.

Segundo o último boletim da Agência de Emergência da Flórida (SERT), 359.306 pessoas permanecem sem energia elétrica na manhã desta quinta-feira devido aos efeitos da tempestade. Estima-se que mais de 6 mil pessoas estão trabalhando na recuperação do estado, sendo 3 mil membros da Fema e 3,5 mil integrantes da Guarda Nacional.

Uma das regiões mais afetadas foi Mexico Beach, que conta com cerca de mil habitantes. As inundações fizeram com que parte das casas fosse completamente invadida. Muitas famílias perderam móveis e, até mesmo, residências. Já os fortes ventos retiraram telhados de algumas casas. “Perdi tudo de material, mas graças a Deus estamos bem”, relatou a contadora Loren Beltrán, de 38 anos, segundo noticiou o portal G1.

Panama City também foi outra região fortemente atingida. Sofrendo com os efeitos do furacão por mais de 3 horas, a localidade viu suas ruas ficarem intransitáveis, com destruição por todos os lados. Semáforos caíram, telhados voaram e árvores foram derrubadas.  De acordo com um funcionário da Fema, essa foi a pior tempestade a atingir a região de Panhandle desde o século XIX.

Um homem morreu em Greensboro, na Flórida, depois que uma árvore caiu sobre a sua residência. Outras três pessoas também foram à óbito no condado de  Gadsden. Em Bay County, também no estado, algumas pessoas foram presas ao tentar realizar saques em lojas, aproveitando os efeitos da tempestade.

Geórgia

Assim como na Flórida, diferentes localidades na Geórgia ficaram destruídas devido a força dos ventos e a intensidade das chuvas. No condado de Seminole, uma menina morreu quando a sua casa foi atingida por destroços.

Nesta quinta-feira, a região do nordeste da Geórgia deve ser a mais atingida, enquanto a tempestade segue rumando em direção a Carolina do Sul. O serviço de emergência e segurança da Geórgia (Gema/HS) está usando as redes sociais para manter um contato próximo a população, dando dicas de como se proteger dos efeitos do Michael.

Ademais, em uma postagem da manhã desta quinta-feira, o Gema/HS solicitou que as pessoas “fiquem fora das estradas esta manhã, enquanto as equipes trabalhar para limpar os detritos e linhas de energia derrubadas”. Isso porque as autoridades já começaram a agir para restabelecer a normalidade nas regiões atingidas.

 

Leia mais: Furacão Michael segue em direção à Flórida
Leia mais: Furacão Michael atinge a Flórida

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *