Início » Vida » Meio Ambiente » Itália busca reduzir dependência energética
Fontes renováveis

Itália busca reduzir dependência energética

Itália busca reduzir dependência energética
Energia nuclear é proibida na Itália (Economist)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O país importa 86% da energia que consome, e agora está investindo em energias limpas. Mas ainda há um longo caminho pela frente.

O governo vem tentando explorar todas as fontes renováveis disponíveis em território italiano. Há tempos, o país é líder europeu em energia geotérmica, mas a quantidade de eletricidade produzida por este meio é muito pequena diante da demanda total.

As perspectivas para a energia eólica são bem melhores. No ano passado, as turbinas italianas produziram mais eletricidade do que suas usinas geotérmicas. A luz solar é outra aposta do país e traz boas perspectivas de longo prazo. O governo italiano pretende ainda vencer os obstáculos para retomar o uso de energia nuclear, proibido desde 1987, por decisão de um referendo.

Fontes:
Economist - Renewable energy in Italy: Going with the wind

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *