Início » Vida » Meio Ambiente » La Niña pode afetar economia
Fenômeno La Niña

La Niña pode afetar economia

Meteorologistas prevêem possível chegada da irmã gêmea do El Niño nos próximos meses

La Niña pode afetar economia
Safra de café brasileiro poderá ser menor, afetando o preço (Fonte: AE)

A La Niña nos próximos meses deve afetar a agricultura de países sul-americanos, já que resfria e provoca secas, ao contrário do El Niño, que aquece o oceano. As safras de alguns produtos podem ser menores neste período, de acordo com os efeitos da La Niña. A redução da oferta de produtos influencia o mercado mundial. No Brasil, o café pode ser afetado, enquanto na Argentina o trigo e no Peru, a cana-de-açúcar.

A La Ninã, geralmente, ocorre após o fenômeno El Niño, que aquece as águas do Pacífico e pode aumentar o volume de chuvas e tormentas. Meteorologistas esperam que o El Niño deixe o cenário em breve. No entanto, determinar quando a La Niña chegará ainda é incerto. “O que vem em seguida não está claro, e uma volta à irmã gêmea do El Niño, La Niña, certamente é uma possibilidade…”, afirmou o oceanógrafo Bill Patzert.

Leia mais:

Relatório dos EUA confirma aquecimento causado pelo homem

Cientistas não falsificaram dados, diz relatório

Fontes:
Estadão - El Niño acaba, e América do Sul agora teme o fenômeno climático La Niña

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *