Início » Vida » Meio Ambiente » Metabolismo urbano
Cidades

Metabolismo urbano

Metabolismo urbano
Barcelona (Fonte: Gazeta do Povo)

Um grupo de pesquisadores liderado por Christopher Kennedy, da Universidade de Toronto (Canadá), comparou as emissões de gases agravantes do efeito estufa em dez conurbações.

Quatro das áreas analisadas estão localizadas na América do Norte (condado e cidade de Denver, condado de Los Angeles, cidade de Nova Iorque e região metropolitana de Toronto), outras quatro na Europa (Barcelona, o cantão suíço de Genebra e as regiões metropolitanas de Londres e Praga). Além de mais duas na Ásia (Bangcoc) e África (Cidade do Cabo).

O objetivo da pesquisa foi quantificar a contribuição das liberações de gases poluentes de cada cidade, com relação ao aquecimento urbano, transporte e destino dado ao lixo, entre outros temas, além de calcular as emissões por pessoa.

Os resultados, que serão publicados nesta quinta-feira, 1º de outubro, na revista “Environmental Science and Technology”, mostraram que o total das emissões das dez cidades variava consideravelmente, de 4,1 toneladas de dióxido de carbono (CO2) por pessoa em Barcelona, para 21,5 em Denver.

Genebra e Praga também estão entre as cidades que menos poluem a atmosfera, enquanto Los Angeles, Cidade do Cabo e Toronto estão entre as que mais.

Fontes:
Economist - Urban metabolism

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. helio disse:

    Uma boa solução para este ar tóxico está na proposta de solução em 6 dias do tráfego no Rio de Janeiro. Tomara que as autoridades, em rítmo de Olimpíadas, leiam o artigo. Barcelona não é uma megalópole mas deve ter tomado as providências necessárias.

  2. Dorival Silva disse:

    Surpreendente a diferença entre Denver e Barcelona — o que explicaria uma emitir cinco vezes mais gás que a outra?

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *