Início » Internacional » Noruega aprova proposta de mina de cobre no Ártico
MEIO AMBIENTE

Noruega aprova proposta de mina de cobre no Ártico

Projeto é considerado por ambientalistas o mais danoso ao meio ambiente já implementado pelo país em toda a sua história

Noruega aprova proposta de mina de cobre no Ártico
Operação verá resíduos de metais pesados colocarem renas em risco (Foto: PxHere)

A Noruega aprovou um plano para iniciar a mineração de cobre no Ártico, enfurecendo ambientalistas que temem que isso leve à destruição de pastos de renas e à poluição de fiordes – grandes entradas de mar entre altas montanhas rochosas próximos.

Os pastores e pescadores indígenas Sami argumentam que o plano, que foi aprovado por Oslo na última quinta-feira, 14, irá adicionar aos problemas existentes por conta da mudança climática, como derramamento de óleo e caça furtiva, que afetam suas casas e meios de subsistência.

Acredita-se que até 66 milhões de toneladas de minério de cobre estejam em solo em Kvalsund, em Finnmark, a região mais setentrional da Europa, no interior do Círculo Polar Ártico.

Ambientalistas temem que isso leve a projetos de mineração e perfuração em outros ecossistemas frágeis do Ártico, que se tornou a mais recente fronteira na busca por esgotamento rápido de reservas minerais e de combustíveis fósseis.  O derretimento do gelo marítimo permitiu que navios fortemente poluidores entrassem em habitats intocados e as nações estão de olho em seus preciosos recursos naturais.

O Ártico está aquecendo duas vezes mais rápido que o resto do planeta e as tendências atuais sugerem que a região polar estará livre de gelo durante o verão da década de 2050.

Isso está abrindo oportunidades comerciais tanto para extração de recursos, quanto para navios de cruzeiro. A mineradora norueguesa Nussir, dona de todos os direitos minerários, disse que usaria o porto de águas profundas, sem gelo, uma importante rodovia e uma “zona industrial em desenvolvimento”, que já estava em funcionamento. A empresa disse que estava comprometida com “intrusão mínima no modo de vida de nossa comunidade anfitriã”.

Torbjoern Roe Isaksen, ministro da Indústria da Noruega, também insistiu que o projeto “contribuiria positivamente para a comunidade local, com novos empregos e habilidades”. Mas o pastor de renas Nils Mathis Sara disse que o plano é uma evidência de que Oslo não estava levando suas preocupações a sério. “Estou chocado com a decisão do governo. Eu esperava que o governo norueguês tivesse ouvido nossos argumentos”, disse ele à agência de notícias Reuters.

Grupos ambientalistas temem que a mineração de cobre destrua a terra da rena nos meses de verão, e um plano para despejar resíduos de mineração no litoral de Reparfjord ameace a área de desova para o salmão do Atlântico. “Este é um dos projetos industriais mais nocivos ao meio ambiente na história da Noruega”, disse Silje Ask Lundberg, líder da Friends of the Earth  Norway.

Os ativistas disseram que dois milhões de toneladas de resíduos de metais pesados serão despejados a cada ano – o equivalente a 17 cargas de caminhões por hora – em um fiorde que recebe proteção especial para conservar salmão.

Os críticos estão considerando se devem tomar medidas legais, potencialmente atrasando o projeto, que estava esperando por uma licença do governo desde que foi dado sinal verde pelas autoridades locais em 2012.

Fontes:
Independent-Norway approves copper mine in Arctic described as 'most environmentally damaging project in country's history'

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

3 Opiniões

  1. Rene Luiz Hirschmann disse:

    A humanidade esta fxxxxx, quero ver quando chegar o momento em a humanidade descobrir que dinheiro não da para comer.

  2. Alexandre disse:

    O problema não é o dinheiro, mas a falta de atitude.
    O problema do mundo, é dar poder para VAGABUNDO e IGNORANTE.

  3. Edenilson disse:

    Chegou a vez do Brasil em cobrar da Noruega responsabilidade ecológica.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *