Início » Vida » Ciência » Start-up reinventa a roda
bicicletas elétricas

Start-up reinventa a roda

Uma empresa de Boston, ligada ao MIT, criou uma roda que pode revolucionar as bicicletas elétricas. Ela pode ser acoplada em qualquer bicicleta e dá um impulso extra quando sente que a pedalada está mais difícil, como em uma subida

Start-up reinventa a roda
A roda poderá ser usada em praticamente todos os modelos tradicionais, e tem uma bateria que guarda energia das freadas (Reprodução/Max Tomasinelli)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A Superpedestrian é uma start-up (pequena empresa com grande potencial) de Boston que recebeu dois milhões de dólares para ajudar a construir uma roda de bicicleta. O diferencial é que essa roda transforma bicicletas normais em bicicletas elétricas híbridas.

A Roda de Copenhague substitui a roda traseira de uma bike normal. Ela inclui um motor alimentado por uma bateria interna e sensores. Quando alguém pedala, a moto usa um aplicativo de um smartphone para medir a quantidade de esforço que o piloto está colocando em cada pedal. E, então, oferece um impulso adicional quando necessário.

Um dos componentes mais interessantes da nova roda é que o piloto não precisa dizer quando a ajuda é necessária. A  roda sabe automaticamente, utilizando os sensores, e dá um impulso ao movimento. “Assim, pedalar sobre uma superfície plana ou uma colina vai ser exatamente o mesmo”, disse Assaf Biderman, fundador do Superpedestrian e diretor SENSEable City Lab,  laboratório do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT).

“Se você pensar sobre as cidades de hoje em dia, eles foram desenvolvidos para a escala do automóvel, com pessoas que estão sendo obrigados a viajar grandes distâncias”, disse Biderman. “A maioria das cidades são construídas em torno de topografias que exigem transporte motorizado e pode fazer ciclismo e caminhada muito difícil”

A roda não precisa ser carregada ou conectado todas as noites. Em vez disso, capta a energia dos freios quando um piloto desce uma ladeira  e armazena a energia em uma bateria de alta capacidade. O motor também age como um gerador, criando energia ao pedalar no sentido inverso.

A empresa disse que a roda vai durar por 15 quilômetros em cada sentido e vai caber na maioria das bicicletas normais. A Superpedestrian está prevista para começar a receber pedidos no próximo mês e começará a enviar a roda aos clientes no início do próximo ano.

A rodada de financiamento está sendo liderado por Spark Capital, uma empresa especializada em investimento em start-ups, e terá a participação de David Karp, fundador do Tumblr.

Fontes:
The New York Times - Start-Up Reinvents the Bicycle Wheel

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *