Início » Economia » Internacional » ONU: mais de 225 milhões de mulheres não têm acesso a contraceptivos
Saúde

ONU: mais de 225 milhões de mulheres não têm acesso a contraceptivos

O estudo solicita um investimento maior e também maior envolvimento da comunidade internacional em assuntos de saúde sexual e reprodutiva dos países em desenvolvimento

ONU: mais de 225 milhões de mulheres não têm acesso a contraceptivos
O documento diz ainda que 290 mil mulheres morrem todos os anos em decorrência de complicações relacionadas à gravidez (Reprodução / Exame)

O número de mulheres que não tem acesso à métodos contraceptivos ultrapassa 225 milhões nos países em desenvolvimento, segundo o relatório apresentado pela ONU nesta quinta-feira, 4. O documento foi feito pelo Instituto Guttmacher, dos EUA, e aprovado pelo Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA).

Leia mais: Países pobres terão anticoncepcional de um dólar

O documento diz ainda que  290 mil mulheres morrem todos os anos em decorrência de complicações relacionadas à gravidez.  Além disso, 2,9 milhões de recém-nascidos morrem logo no primeiro mês de vida. Dentre as muitas causas, a Aids é uma das principais, pois muitas mulheres não sabem que estão infectadas e acabam transmitindo aos filhos.

Segundo o relatório, os números são preocupantes e poderiam ser minimizados com um “atendimento médico adequado”.Com um aumento de US$ 25 na despesa por cada mulher, seria possível facilitar e melhorar o atendimento em assuntos relacionados a serviços de saúde reprodutiva  e sexual. O estudo solicita um investimento maior e também maior envolvimento da comunidade internacional nesta questão.

Fontes:
Exame - 225 mi de mulheres não têm acesso a contraceptivos, diz ONU

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *