Início » Vida » Ciência » Pesquisa revela quais os profissionais mais propensos à depressão
Saúde

Pesquisa revela quais os profissionais mais propensos à depressão

Especialistas da Pensilvânia utilizaram dados de 214 mil pessas do local para encontrar quais os profissionais mais afetados pela doença

Pesquisa revela quais os profissionais mais propensos à depressão
Motoristas de ônibus são os que têm o maior índice na pesquisa, 16,2% (Foto: Reprodução/Brian Snyder/Reuters)

Algumas profissões afetam mais a saúde mental das pessoas do que outras, diz um estudo publicado na revista especializada Social Psychiatry and Psychiatric Epistemology. Nele, os cientistas revelaram quais carreiras apresentam o maior número de casos de depressão. Os motoristas de transporte público são os mais afetados.

A pesquisa, realizada na Pensilvânia, utilizou dados de 214 mil trabalhadores da região oeste do estado americano. Foram calculados os índices de depressão em 55 diferentes setores. O maior índice é em motoristas de ônibus, os quais 16,2% sofrem do mal. A área com menos trabalhadores depressivos é a de serviços de recreação.

Olhando por um ponto de vista econômico, é importante analisar o quanto os trabalhadores doentes têm queda de produção. Segundo especialistas, casos de depressão causam um prejuízo de US$ 83 bilhões por ano, a maior parte deles por queda na produtividade.

Os cientistas que realizaram o estudo admitiram que a base de dados deles é pequena, pois se limita a um pequeno número de trabalhadores de apenas uma região dos EUA, logo não dá um panorama total da situação, porém são um passo inicial para se amplificar a pesquisa.

Uma coisa que pode ser afirmada sobre essa pesquisa é que os motoristas de ônibus tem uma vida dura, seja na Pensilvânia ou em qualquer outro lugar do planeta.

Outra coisa que pode ser analisada nesse estudo são as semelhanças entre as profissões com os maiores índices de depressão. Segundo os pesquisadores, as profissões que estão no topo do ranking são as que tendem a exigir interações frequentes ou difíceis com o público ou os clientes e que não exigem prática de atividade física. Isso explica o fato de o trabalho em minas de carvão estar entre as profissões com menores índices de depressão na pesquisa.

As sete carreiras com maiores índices de pacientes segundo a pesquisa

As sete carreiras com maiores índices de pacientes segundo a pesquisa

Fontes:
The Atlantic-Which Jobs Have the Highest Rates of Depression?

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *