Início » Opinião » Tendências e Debates » Primeiro constrói-se uma nuvem
Tecnologia

Primeiro constrói-se uma nuvem

Está lá para para quem quiser checar. Curiosos, autoridades ou membros do comando militar de qualquer país. Basta uma conexão de banda larga e um PC ou laptop em razoáveis condições. É preciso apenas instalar o programa Google Earth no computador, girar o globo terrestre em 3D até a região do Cáucaso e aproximar a tela, com dois cliques, até o sudeste da província separatista da Abecásia.

É possível ver, por exemplo, o registro do momento em que um helicóptero russo MI-14 levanta vôo de um porta-aviões em direção ao território georgiano, a foto de um veículo das Nações Unidas atravessando um rio, ou mesmo de onde vêm e onde terminam as estradas que cruzam as tão disputadas fronteiras da região — basta segui-las pela foto do satélite, sob a expectativa de topar com um tanque de guerra no meio do “caminho”.

É claro que, para tomarem decisões, moverem tropas ou darem ordens para atacar, a OTAN e os senhores da guerra que habitam o Kremlin não precisam das fotos disponibilizadas pela Google, mas em meados de outubro circulou o rumor de que a empresa teria apagado do Google Earth e do site Google Maps as imagens e informações sobre a geografia do território georgiano.

O boato foi logo desmentido pelo próprio site oficial da Google. Porém, não a tempo de evitar novas especulações daqueles que acreditam que Larry Page e Sergey Brin têm o mundo na palma de suas mãos. Afinal, só mesmo alguém, algo, ou uma dupla com muito poder seria capaz de fazer países inteiros desaparecerem do mapa. Sim, os mapas são virtuais. Mas, nos tempos que correm, tem muita gente por aí que retrucaria sem hesitar: “Isto faz diferença?”.

À parte as discussões sobre o concreto e o virtual, vale dizer que a Google não planeja dominar o mundo, muito menos sumir com pedaços do planeta a seu bel prazer — seja da crosta terrestre propriamente dita, seja da sua versão digital. O império construído a partir do site de buscas fundado há apenas dez anos por dois estudantes da Universidade de Stanford ameaça mesmo é a Microsoft.

Trocando em miúdos, o apocalipse que se profetiza para a companhia de Bill Gates residiria na intenção da Google de disponibilizar de graça, e na própria internet, todos os serviços que a Microsoft hoje cobra para oferecer “offline”. O tempo fechado que paira sobre o horizonte de uma empresa até pouco tempo tida como inabalável atende pelo nome de “nuvem de computadores”.

Na verdade, é algo que já está em andamento, e não é de hoje. Só entre janeiro de 2001 e julho de 2007 a Google realizou nada menos do que 42 aquisições de empresas de tecnologia, a grande maioria delas especializadas em serviços online, como armazenamento de fotos e vídeos, edição de textos e ferramentas para a criação de websites.

Um exemplo do processo em curso é que o antes imprescindível pacote Office, da Microsoft, hoje pode muito bem ser substituído pelo site Google Documentos, onde é possível criar, salvar e baixar textos, planilhas e apresentações nos formatos padrões do Word, do Excel e do PowerPoint, a partir de qualquer computador com acesso à internet e custando apenas o preço da conexão.

Fala-se muito no famoso objetivo declarado dos fundadores da Google. Depois do lançamento do Google Chrome, no dia dois de setembro, muitos vêm se dando conta de que algo estava faltando na sentença. Larry Page e Sergey Brin querem mesmo “organizar toda a informação do mundo”, mas pretendem fazer isso online.

O recém-lançado navegador torna mais fácil o uso do modelo de software como serviço (SaaS, na sigla em inglês). Além do melhor desempenho, com o Chrome é possível, por exemplo, criar atalhos no desktop não para programas instalados no disco rígido das máquinas, mas sim para sites da Google como o Gmail e o Gtalk — serviços de e-mail e de mensagens instantâneas da empresa, respectivamente.

Diante de tudo isto, fica a dúvida sobre o que o futuro reserva para softwares como Outlook Express e Windows Messenger. Para muitos, no entanto, não há dúvida alguma. Em maio deste ano a cidade norte-americana de Las Vegas recebeu grandes nomes do setor de tecnologia para um encontro batizado de “O Windows está desmoronando” — assim mesmo, sem interrogação.

Por enquanto, o que há de certo mesmo é que na página da Google para download do Chrome está lá o aviso: “Para Windows Vista/XP”. E assim ficará avisado até que a Google lance o seu próprio sistema operacional, o que já vem sendo alvo de muitas especulações. E de nada adiantará a Microsoft encomendar campanhas publicitárias anti-Google, como vem fazendo contra a Apple de Steve Jobs. Não há um produto concorrente a ser abatido. O alvo não é claro como um Macintosh. Afinal, como se compete com uma nuvem?

Caro leitor, quais são as reais intenções da Google?
Você acha que ela quer acabar com a Microsoft?

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

70 Opiniões

  1. Celso disse:

    Não sou Bill Gates, mas tenho medo da Google.
    E você?

  2. Celso disse:

    Não sou Bill Gates, mas tenho medo da Google.
    E você?

  3. Benedito Lacerda disse:

    A Google quer dominar o mundo!

  4. Benedito Lacerda disse:

    A Google quer dominar o mundo!

  5. Esdras disse:

    Enquanto isso! no Brasil continuamos a pagar, caro, para termos acesso ao meio televisivo de maior qualidade e amplitude (TV fechada).

  6. Esdras disse:

    Enquanto isso! no Brasil continuamos a pagar, caro, para termos acesso ao meio televisivo de maior qualidade e amplitude (TV fechada).

  7. Leiken disse:

    A tandência mundial é progredir cada vez mais, e a consequência disso é a lei da oferta e da oprocura, ou seja, "quem pode mais chora menos"…Na real, não sabemos quais são as intenssões da GOOGLE, só podemos dizer que a cada inovação dela o poder fica maior!!!

  8. Leiken disse:

    A tandência mundial é progredir cada vez mais, e a consequência disso é a lei da oferta e da oprocura, ou seja, "quem pode mais chora menos"…Na real, não sabemos quais são as intenssões da GOOGLE, só podemos dizer que a cada inovação dela o poder fica maior!!!

  9. Dorival Silva disse:

    De Tribobó, RJ

    Eu acho que esses dois geniozinhos fundadores da Google são, essencialmente, do bem. Não estão aí nem para conseguir poder nem para ficar ricos (embora tenham ficado). Eles querem melhorar o mundo. Perigosa é a Microsoft, com seu monopólio.

  10. Dorival Silva disse:

    De Tribobó, RJ

    Eu acho que esses dois geniozinhos fundadores da Google são, essencialmente, do bem. Não estão aí nem para conseguir poder nem para ficar ricos (embora tenham ficado). Eles querem melhorar o mundo. Perigosa é a Microsoft, com seu monopólio.

  11. Carlene Santos disse:

    Acho apocalíptico pensar que a Microsoft vai se quebrar definitivamente e instantaneamente. Perdas e ganhos fazem parte do sistema global vivido hoje. Nem sempre quem está na frente, permanece. A história é cíclica. Não precisa voltar muito no tempo para ter essa conclusão. O espaço do mercado é aberto para todos. Aproveita quem quer e quem sabe. Se Bill Gates se sente ameaçado com as ousadias do grupo Google, que faça a diferença então!! Ou dê o braço a torcer. Quem entra no mercado tem que estar preparado para isso. E mais ainda quem alimenta a ideologia do mercado. É… a "mão invisível" está dando sinais de cansaço…

  12. Carlene Santos disse:

    Acho apocalíptico pensar que a Microsoft vai se quebrar definitivamente e instantaneamente. Perdas e ganhos fazem parte do sistema global vivido hoje. Nem sempre quem está na frente, permanece. A história é cíclica. Não precisa voltar muito no tempo para ter essa conclusão. O espaço do mercado é aberto para todos. Aproveita quem quer e quem sabe. Se Bill Gates se sente ameaçado com as ousadias do grupo Google, que faça a diferença então!! Ou dê o braço a torcer. Quem entra no mercado tem que estar preparado para isso. E mais ainda quem alimenta a ideologia do mercado. É… a "mão invisível" está dando sinais de cansaço…

  13. Paulo Dimas Carvalho disse:

    Bom, acredito eu que como toda e qualquer organização Empresarial, procura inovações, mesmo que estas inovações em seu inicio precise ser on free, pois no mundo globalizado tu achas que seria facil ao Google inserir algo as pessoas sem um marketing agresivo, e somente a gratuidade poderia levar a esta abertura, até porque nos dias de hoje as pessoas querem ver para depois crer, e ai é que entra o que será o valor, pois muitas péças serão necessárias para este perfeito funcionamento, é o momento de identificar valores, podendo assim num futuro dificultar e talvez a forma da Microsoft também disponibilizar a gratuidade em seus softwere, voltemos ao inicio da era Telefonia Movél, e reflitamos. Tudo se repete.

  14. Paulo Dimas Carvalho disse:

    Bom, acredito eu que como toda e qualquer organização Empresarial, procura inovações, mesmo que estas inovações em seu inicio precise ser on free, pois no mundo globalizado tu achas que seria facil ao Google inserir algo as pessoas sem um marketing agresivo, e somente a gratuidade poderia levar a esta abertura, até porque nos dias de hoje as pessoas querem ver para depois crer, e ai é que entra o que será o valor, pois muitas péças serão necessárias para este perfeito funcionamento, é o momento de identificar valores, podendo assim num futuro dificultar e talvez a forma da Microsoft também disponibilizar a gratuidade em seus softwere, voltemos ao inicio da era Telefonia Movél, e reflitamos. Tudo se repete.

  15. Mônica Aguiar disse:

    O advento da internet permitiu a democratização do conhecimento assim como abriu espaço para a participação do cidadão nos temas mais variados. As formas tradicionais de mídia e também de propaganda estão tendo que se dobrar a essa nova realidade. Frente a essa conectividade e interatividade, não acredito que qualquer empresa possa exercer plena hegemonia sem ser questionada. A verdadeira liberdade reside na ação do internauta comum que irá usar, como bem lhe convier, das ferramentas que julgar úteis.

  16. Mônica Aguiar disse:

    O advento da internet permitiu a democratização do conhecimento assim como abriu espaço para a participação do cidadão nos temas mais variados. As formas tradicionais de mídia e também de propaganda estão tendo que se dobrar a essa nova realidade. Frente a essa conectividade e interatividade, não acredito que qualquer empresa possa exercer plena hegemonia sem ser questionada. A verdadeira liberdade reside na ação do internauta comum que irá usar, como bem lhe convier, das ferramentas que julgar úteis.

  17. Gilberto M.J. disse:

    A Google como qualquer empresa bem administrada quer viver e ser feliz. Pode ter certeza que seus planos buscam objetivos maiores que atendam seus interesses. A Microsoft ou quem quer que seja ou surja, será alvo de uma estratégia mercadológica por parte da Google caso os interesses sejam conflitantes. Empresas modernas buscam seu sucesso também em cima da falha de seus concorrentes. Acredito que a Google não quer matar ninguém apenas tirar vantagens dos erros de seus concorrentes, e aproveitar as oportunidades de um mercado que até o momento parece sem fim. Se um dia a Microsoft sucumbir, foi ela que escolheu e tomou decisões erradas, ninguém matou!

  18. Gilberto M.J. disse:

    A Google como qualquer empresa bem administrada quer viver e ser feliz. Pode ter certeza que seus planos buscam objetivos maiores que atendam seus interesses. A Microsoft ou quem quer que seja ou surja, será alvo de uma estratégia mercadológica por parte da Google caso os interesses sejam conflitantes. Empresas modernas buscam seu sucesso também em cima da falha de seus concorrentes. Acredito que a Google não quer matar ninguém apenas tirar vantagens dos erros de seus concorrentes, e aproveitar as oportunidades de um mercado que até o momento parece sem fim. Se um dia a Microsoft sucumbir, foi ela que escolheu e tomou decisões erradas, ninguém matou!

  19. Vinícius Ramos Bezerra disse:

    Será o Google ou o algo bem maior que afeta a Microsoft?

    O sistema operacional da Apple teve seu último lançamento praticamente On Line – fato que barateou bastante o SO e levou para mais longe os portões da Apple.

    O grande confronto do Internet Explorer é com um software livre e aberto – “jogado” na Rede pela Netscape – que pode ser manipulado por qualquer um que saiba programação; o FireFox.

    Os mercados emergentes não são atratividade para o Windows. Nessas nações o Linux se apresenta como excelente recurso, inclusive inspira outros usuários no mundo a utilizarem.

    Concluindo. O Ciberespaço – leia-se como um grande sistema cultural, econômico e político – é que ainda não faz parte da Microsoft, pelo menos não tão engajado como outras empresas.

    Uma nuvem é, e sempre será, qualquer objeto do Ciberespaço. E cuidado com as trovoadas que essa nuvem pode trazer para quem não vai a seu favor.

  20. Vinícius Ramos Bezerra disse:

    Será o Google ou o algo bem maior que afeta a Microsoft?

    O sistema operacional da Apple teve seu último lançamento praticamente On Line – fato que barateou bastante o SO e levou para mais longe os portões da Apple.

    O grande confronto do Internet Explorer é com um software livre e aberto – “jogado” na Rede pela Netscape – que pode ser manipulado por qualquer um que saiba programação; o FireFox.

    Os mercados emergentes não são atratividade para o Windows. Nessas nações o Linux se apresenta como excelente recurso, inclusive inspira outros usuários no mundo a utilizarem.

    Concluindo. O Ciberespaço – leia-se como um grande sistema cultural, econômico e político – é que ainda não faz parte da Microsoft, pelo menos não tão engajado como outras empresas.

    Uma nuvem é, e sempre será, qualquer objeto do Ciberespaço. E cuidado com as trovoadas que essa nuvem pode trazer para quem não vai a seu favor.

  21. Mônica Caetano disse:

    De Salvador – Bahia Muitas das vezes as pessoas brigam por qualquer coisa, vivemos num mundo de quem vence é o melhor.Se o google esta tendo essa polemica toda é porque ele esta progredindo cada dia mais, o google esta se esforçando para ser competente, querer dominar o mundo creia eu que não , mais isso só o tempo nos dirá………..

  22. Mônica Caetano disse:

    De Salvador – Bahia Muitas das vezes as pessoas brigam por qualquer coisa, vivemos num mundo de quem vence é o melhor.Se o google esta tendo essa polemica toda é porque ele esta progredindo cada dia mais, o google esta se esforçando para ser competente, querer dominar o mundo creia eu que não , mais isso só o tempo nos dirá………..

  23. Mauri Tonidandel disse:

    O texto é bem pertinente e merece ser debatido. Gosto sempre de ler estes textos porque provoca um debate de coisas interessantes, onde a opinião é levada em conta. O nome do site já diz tudo. E as opinião, há que se levar em conta, são bem formadas, diferentes de algumas coisas que lemos por aí, na internet.
    Sobre Google e Microsoft, a briga é de cachorro grande e não dá pra meter a colher. A Microsoft fez a coisa mais fantástica da "era moderna" que foi o Windows – porém, muito falho. A Google tem a busca e o Earth como algo muito elogiável, também falho.
    o perigo sempre é a hegemonia ou o monopólio. Independente de qualquer coisa, críticos que somos, não estamos aqui para torcer para um ou dois geniozinhos. Os caras são fabulosos e merecem elogios por isso. Ponto final.
    Quem vai vencer, se haverá um vencedor, só a história vai dizer. Mas temos que reafirmar que as duas empresas são tão importantes que não vivemos mais sem ela. Melhor se as duas continuarem vivas e surgirem outras para agregar conteúdo, qualidade e variedade de produtos para nós. Aí sim, quem ganha é a gente.
    Naquela piada que correu o mundo em forma de e-mail, sobre a queda de braço entre o presidente da GM e o Bill Gates, a gente já vê a que ponto chegamos. Gates teria dito que se o setor automotivo progredisse tanto como a informática, hoje estariamos andando em naves de 300km por hora e não com carros de pneu e motor a gasolina. Obteve a resposta: melhor ter carro de pneu e tal – meio falho – do que estar andando na rua e ter que parar o carro e reinicializar ou ter que botar uma senha a cada vez que você senta ao volante.

    Afinal, como se compete com uma nuvem?
    muito difícil porque você não sabe onde está o adversário, mas para viver neste mundo empresarial, você naõ precisa derrubar o adversário e liquidá-lo, mas apenas ser melhor que ele e progredir mais.

    Caro leitor, quais são as reais intenções da Google?
    R: como qualquer empresa, quer apenas se dar bem e progredir, sem esta de fantasiar que quer dominar o mundo.
    Você acha que ela quer acabar com a Microsoft?
    ela quer acabar sim, como qualquer empresa quer estar maior e melhor que a concorrente.

  24. Mauri Tonidandel disse:

    O texto é bem pertinente e merece ser debatido. Gosto sempre de ler estes textos porque provoca um debate de coisas interessantes, onde a opinião é levada em conta. O nome do site já diz tudo. E as opinião, há que se levar em conta, são bem formadas, diferentes de algumas coisas que lemos por aí, na internet.
    Sobre Google e Microsoft, a briga é de cachorro grande e não dá pra meter a colher. A Microsoft fez a coisa mais fantástica da "era moderna" que foi o Windows – porém, muito falho. A Google tem a busca e o Earth como algo muito elogiável, também falho.
    o perigo sempre é a hegemonia ou o monopólio. Independente de qualquer coisa, críticos que somos, não estamos aqui para torcer para um ou dois geniozinhos. Os caras são fabulosos e merecem elogios por isso. Ponto final.
    Quem vai vencer, se haverá um vencedor, só a história vai dizer. Mas temos que reafirmar que as duas empresas são tão importantes que não vivemos mais sem ela. Melhor se as duas continuarem vivas e surgirem outras para agregar conteúdo, qualidade e variedade de produtos para nós. Aí sim, quem ganha é a gente.
    Naquela piada que correu o mundo em forma de e-mail, sobre a queda de braço entre o presidente da GM e o Bill Gates, a gente já vê a que ponto chegamos. Gates teria dito que se o setor automotivo progredisse tanto como a informática, hoje estariamos andando em naves de 300km por hora e não com carros de pneu e motor a gasolina. Obteve a resposta: melhor ter carro de pneu e tal – meio falho – do que estar andando na rua e ter que parar o carro e reinicializar ou ter que botar uma senha a cada vez que você senta ao volante.

    Afinal, como se compete com uma nuvem?
    muito difícil porque você não sabe onde está o adversário, mas para viver neste mundo empresarial, você naõ precisa derrubar o adversário e liquidá-lo, mas apenas ser melhor que ele e progredir mais.

    Caro leitor, quais são as reais intenções da Google?
    R: como qualquer empresa, quer apenas se dar bem e progredir, sem esta de fantasiar que quer dominar o mundo.
    Você acha que ela quer acabar com a Microsoft?
    ela quer acabar sim, como qualquer empresa quer estar maior e melhor que a concorrente.

  25. Alan Nascimento disse:

    Infelizmente o ato de concorencia, é humano e não consiguimos limitar esse ato, somos como os clientes e estamos em um mercado que pouco liga para a qualidade do conteudo, apenas quer abocanhar seus clientes e nada mas importa.

  26. Alan Nascimento disse:

    Infelizmente o ato de concorencia, é humano e não consiguimos limitar esse ato, somos como os clientes e estamos em um mercado que pouco liga para a qualidade do conteudo, apenas quer abocanhar seus clientes e nada mas importa.

  27. paulo henhique disse:

    acho que o google e companheiro de muitos brasileiros pois tudo que procuramos encontramos,isso explica o sucesso fabuloso que ele adquiriu ao longo deste anos.

  28. paulo henhique disse:

    acho que o google e companheiro de muitos brasileiros pois tudo que procuramos encontramos,isso explica o sucesso fabuloso que ele adquiriu ao longo deste anos.

  29. Lígia Dutra disse:

    O objetivo da Google sempre foi muito claro: organizar a informação do mundo para melhorar a vida das pessoas. Em nenhum momento a empresa declarou explicitamente guerra contra alguém ou contra outra empresa, seja ela qual for. E é justamente este o motivo de seu sucesso. A Google traçou seu objetivo, da forma mais clara possível para seus funcionários e clientes e não se preocupou com o resto. Concentrou seus esforços em atingir este objetivo com excelência, sem olhar para os lados ou se incomodar com o trabalho dos outros. Quem já assistiu alguma entrevista com a dupla percebe que a genialidade deles vem da simplicidade com que fazem negócios. Não sinto neles a prepotência de Steve Jobs, muito menos a avareza de Bill Gates. Eles não possuem como objetivo serem melhores do que os outros e sim melhores do que eles mesmos são capazes, a cada dia um pouco mais. Não querem dominar o mundo, tampouco acabar com alguém, isso é coisa de gente pequena. Eles possuem "o mundo nas mãos" justamente por deixá-lo livre e organizado. Detalhe: não sou funcionária da Google. Mas tenho esta turma como ídolos. Simplesmente porque fazem negócios para todos e para o bem de todos. Este também é o lema da minha empresa. Abraço a todos

    De São Paulo capital.

  30. Lígia Dutra disse:

    O objetivo da Google sempre foi muito claro: organizar a informação do mundo para melhorar a vida das pessoas. Em nenhum momento a empresa declarou explicitamente guerra contra alguém ou contra outra empresa, seja ela qual for. E é justamente este o motivo de seu sucesso. A Google traçou seu objetivo, da forma mais clara possível para seus funcionários e clientes e não se preocupou com o resto. Concentrou seus esforços em atingir este objetivo com excelência, sem olhar para os lados ou se incomodar com o trabalho dos outros. Quem já assistiu alguma entrevista com a dupla percebe que a genialidade deles vem da simplicidade com que fazem negócios. Não sinto neles a prepotência de Steve Jobs, muito menos a avareza de Bill Gates. Eles não possuem como objetivo serem melhores do que os outros e sim melhores do que eles mesmos são capazes, a cada dia um pouco mais. Não querem dominar o mundo, tampouco acabar com alguém, isso é coisa de gente pequena. Eles possuem "o mundo nas mãos" justamente por deixá-lo livre e organizado. Detalhe: não sou funcionária da Google. Mas tenho esta turma como ídolos. Simplesmente porque fazem negócios para todos e para o bem de todos. Este também é o lema da minha empresa. Abraço a todos

    De São Paulo capital.

  31. eduardo disse:

    É a lógica dos monopólios se engendrando pela nova economia. Não é o caso de tomar partido.

  32. eduardo disse:

    É a lógica dos monopólios se engendrando pela nova economia. Não é o caso de tomar partido.

  33. Deusdante Gonçalves Messias disse:

    o futuro chegou e com isso uma corrida contra o tenpo ,com a tecnologia cada vez mais avançada cada um quer mostrar o melhor de si , e aquele que oferecer o melhor produto com o menor custo vai sair na frente . por tanto eu acredito que não se trata de eliminar concorrente mais sim fazer uma forte concorrência . eu espero que quem saia ganhando com isso seja o consumidor

  34. Deusdante Gonçalves Messias disse:

    o futuro chegou e com isso uma corrida contra o tenpo ,com a tecnologia cada vez mais avançada cada um quer mostrar o melhor de si , e aquele que oferecer o melhor produto com o menor custo vai sair na frente . por tanto eu acredito que não se trata de eliminar concorrente mais sim fazer uma forte concorrência . eu espero que quem saia ganhando com isso seja o consumidor

  35. Pablo Mora LoKaSSo disse:

    as reais intenções da GOOGLE ñ eh apenas acabar c/ a WICROSOFT e sim aniquilar c/ tdas as empresas de SISPEMAS OPERACIONAIS (como: WICROSOFT e APPLE) e c/ os principais provedores da terra,, sendo asim uma estrategia pa q a GOOGLE se torne a nº 1 desde das pesquisas de escola ate elaboração de SOFTWARE.. e do jeito q BILL GATES se aposentou vai ser facil a GOOGLE conseguir o q ela quer.

  36. Pablo Mora LoKaSSo disse:

    as reais intenções da GOOGLE ñ eh apenas acabar c/ a WICROSOFT e sim aniquilar c/ tdas as empresas de SISPEMAS OPERACIONAIS (como: WICROSOFT e APPLE) e c/ os principais provedores da terra,, sendo asim uma estrategia pa q a GOOGLE se torne a nº 1 desde das pesquisas de escola ate elaboração de SOFTWARE.. e do jeito q BILL GATES se aposentou vai ser facil a GOOGLE conseguir o q ela quer.

  37. Aquiles Rodrigues da Silva disse:

    Acredito na livre concorrência e pelo mesmo motivo, prefiro sempre abster-me de opinões infundadas nas minhas observações, portanto, creio que toda essa polêmica é ótima para que as pessoas revejam seus conceitos e apurem a sua visão de mundo.Ao final de tudo, quem sai ganhando sempre com a livre concorrência é o grande público.
    Se a Google, a Microsoft ou a Aplle querem dominar o mundo, isso não importa, pois a tecnologia já o dominou, o importante realmente, é quem nos oferecerá mais conforto e comodidade.Não podemos,è claro, nos esquecermos dos nossos valores éticos, no entanto,percebemos à cada,quão flexíveis, eles se tornam e pro isso mesmo, torna-se imprescindível refletir sobre tais questões cada vez mais!!

  38. Aquiles Rodrigues da Silva disse:

    Acredito na livre concorrência e pelo mesmo motivo, prefiro sempre abster-me de opinões infundadas nas minhas observações, portanto, creio que toda essa polêmica é ótima para que as pessoas revejam seus conceitos e apurem a sua visão de mundo.Ao final de tudo, quem sai ganhando sempre com a livre concorrência é o grande público.
    Se a Google, a Microsoft ou a Aplle querem dominar o mundo, isso não importa, pois a tecnologia já o dominou, o importante realmente, é quem nos oferecerá mais conforto e comodidade.Não podemos,è claro, nos esquecermos dos nossos valores éticos, no entanto,percebemos à cada,quão flexíveis, eles se tornam e pro isso mesmo, torna-se imprescindível refletir sobre tais questões cada vez mais!!

  39. Leonardo Dawadji disse:

    Acho que a google, como qualquer outra empresa capitalista, visa ganhar poder de mercado. E com a internet, podemos traduzir muito bem o poder como a quantidade de pessoas que usam o seu software livre ou que entram no seu site, seja ele o gmail, o orkut, o google earth ou qualquer outro. Agora ela adota uma estratégia muito interessante de diversificação, isto é, oferece outros produtos que não somente o de busca e com estes (google docs, google chrome, android e etc) começa a ganhar o espaço da até então quase monopolista Microsoft (à exceção do Linux, que praticamente não é utilizado nem em empresas nem em domicilios). O fato é que as pessoas não estão mas se acomodando em usar o Outlook ou o Internet Explorer simplesmente porque eles já acompanham o windows. Certamente, é bem mais interessante você buscar algo melhor para o seu dia a dia no pc e algo que seja livre e fácil de baixar. Tudo isso faz muito mais sentido do que ficar se usando softwares piratas, pesados e cheios de burocracia. Sem falar nos programas que tem código aberto (open source) que alem de tudo isso permitem que os usuários “melhorem” ou deixem o programa com sua cara! Temos que acabar com essa visão de que o capitalismo é "mau". A acumulação de capital assim como a geração de progresso técnico fazem parte da mecânica do sistema e a Google, como qualquer outra empresa que faz parte dele, segue na busca constante de maior poder de mercado e o ingresso em novos mercados. E com isso, cada vez mais, o usuário acaba sempre saindo ganhando!!

  40. Leonardo Dawadji disse:

    Acho que a google, como qualquer outra empresa capitalista, visa ganhar poder de mercado. E com a internet, podemos traduzir muito bem o poder como a quantidade de pessoas que usam o seu software livre ou que entram no seu site, seja ele o gmail, o orkut, o google earth ou qualquer outro. Agora ela adota uma estratégia muito interessante de diversificação, isto é, oferece outros produtos que não somente o de busca e com estes (google docs, google chrome, android e etc) começa a ganhar o espaço da até então quase monopolista Microsoft (à exceção do Linux, que praticamente não é utilizado nem em empresas nem em domicilios). O fato é que as pessoas não estão mas se acomodando em usar o Outlook ou o Internet Explorer simplesmente porque eles já acompanham o windows. Certamente, é bem mais interessante você buscar algo melhor para o seu dia a dia no pc e algo que seja livre e fácil de baixar. Tudo isso faz muito mais sentido do que ficar se usando softwares piratas, pesados e cheios de burocracia. Sem falar nos programas que tem código aberto (open source) que alem de tudo isso permitem que os usuários “melhorem” ou deixem o programa com sua cara! Temos que acabar com essa visão de que o capitalismo é "mau". A acumulação de capital assim como a geração de progresso técnico fazem parte da mecânica do sistema e a Google, como qualquer outra empresa que faz parte dele, segue na busca constante de maior poder de mercado e o ingresso em novos mercados. E com isso, cada vez mais, o usuário acaba sempre saindo ganhando!!

  41. Marcelo Cruz disse:

    _ Não acredito que os grandes investimentos tecnológicos da Google, estejam destinados ao medíocre propósito de eliminar o inimigo.

    _ Que a Microsoft já não é mais a mesma, nós já sabemos. Basta observar a livre queda que seus produtos e serviços vem sofrendo no mundo virtual. Mas, isso faz parte do sobe-e-desce empresarial.

    _ A grande sacada da google contra a Microsoft, está contida no simples gesto de: "Olhar ao seu redor".

    _ A Google está sabendo aproveitar melhor, o potencial dos pequenos-grandes gênios que surjem dia-após-dia, dentro do mercado tecnológico. Enquanto a gigantesca Microsoft, só está investindo no potencial dos seus valiosos e muito bem remunerados "funcionários".

    _ Essa é a grande diferença !

    _ A Google investe em idéias, que surjem a todo momento e de todas as partes. A Microsoft, investe em funcionários, que ficam velhos e improdutivos.

    _ Com isso, é perfeitamente natural que dentro de algum tempo, tenhamos uma nova liderança no universo tecnológico.

  42. Marcelo Cruz disse:

    _ Não acredito que os grandes investimentos tecnológicos da Google, estejam destinados ao medíocre propósito de eliminar o inimigo.

    _ Que a Microsoft já não é mais a mesma, nós já sabemos. Basta observar a livre queda que seus produtos e serviços vem sofrendo no mundo virtual. Mas, isso faz parte do sobe-e-desce empresarial.

    _ A grande sacada da google contra a Microsoft, está contida no simples gesto de: "Olhar ao seu redor".

    _ A Google está sabendo aproveitar melhor, o potencial dos pequenos-grandes gênios que surjem dia-após-dia, dentro do mercado tecnológico. Enquanto a gigantesca Microsoft, só está investindo no potencial dos seus valiosos e muito bem remunerados "funcionários".

    _ Essa é a grande diferença !

    _ A Google investe em idéias, que surjem a todo momento e de todas as partes. A Microsoft, investe em funcionários, que ficam velhos e improdutivos.

    _ Com isso, é perfeitamente natural que dentro de algum tempo, tenhamos uma nova liderança no universo tecnológico.

  43. Roberval Barbosa disse:

    Realmente faz diferênça em relação a velocidade, pois é tudo que todos querem é velocidade. Também o visual é limpo e com um tamanho bem pequeno.
    Só queria queria saber se na versão final terá o histórico das páginas visitadas na janelinha do browser??!! pois ficaria bem melhor se tivesse.

  44. Roberval Barbosa disse:

    Realmente faz diferênça em relação a velocidade, pois é tudo que todos querem é velocidade. Também o visual é limpo e com um tamanho bem pequeno.
    Só queria queria saber se na versão final terá o histórico das páginas visitadas na janelinha do browser??!! pois ficaria bem melhor se tivesse.

  45. Osório Almeida Retumba C. Monteiro disse:

    Concordo com Marcelo Cruz.
    E acrescento: a Microsoft começou a "desmoronar" quando deixou de tornar flexível o seu sistema operacional.
    Na minha opinião, o pesadelo da Microsoft chama-se "software livre" e todas as possibilidades que ele oferece.
    Tomara que Google e quem mais e aventurar a pensar um Sistema Operacional tenha isso na idéia.

  46. Osório Almeida Retumba C. Monteiro disse:

    Concordo com Marcelo Cruz.
    E acrescento: a Microsoft começou a "desmoronar" quando deixou de tornar flexível o seu sistema operacional.
    Na minha opinião, o pesadelo da Microsoft chama-se "software livre" e todas as possibilidades que ele oferece.
    Tomara que Google e quem mais e aventurar a pensar um Sistema Operacional tenha isso na idéia.

  47. Renata disse:

    O dia que o Google conseguir mapear o banheiro da minha casa! Aí sim ela acabará com a microsoft.

  48. Renata disse:

    O dia que o Google conseguir mapear o banheiro da minha casa! Aí sim ela acabará com a microsoft.

  49. Éric disse:

    Sei que meu tempo de resposta acabou, pois não fico 24 ON LINE e não tive sorte de ler toda a matéria no tempo pedido, mas adoraria participar assim mesmo. Acho que discutir sobre essa rivalidade não é correto, mesmo que as duas empresas afirmem não ter nada contra outra é óbvio que existe uma rivalidade e que ambas adorariam ver a outra cair, mas assim mesmo quero dar meus parabéns a google pelo seu novo navegador, estou baixando para um teste.

  50. Éric disse:

    Sei que meu tempo de resposta acabou, pois não fico 24 ON LINE e não tive sorte de ler toda a matéria no tempo pedido, mas adoraria participar assim mesmo. Acho que discutir sobre essa rivalidade não é correto, mesmo que as duas empresas afirmem não ter nada contra outra é óbvio que existe uma rivalidade e que ambas adorariam ver a outra cair, mas assim mesmo quero dar meus parabéns a google pelo seu novo navegador, estou baixando para um teste.

  51. Skychaser disse:

    O que a Google pretende? Simples, pretende crescer o máximo possível e ficar forte o máximo possível, esse é o caminho natural que as empresas procuram seguir, no demais é especulação.

    Já foi noticiado uma vez que a Google evitaria competir contra a Microsoft, e realmente não o faz, a Google não compete diretamente, a Microsoft é que tem que competir com a google, que tem evitado o erro de alguns que insistem em competir diretamente com a Microsoft, ao invés disso a Google é vitoriosa justamente por inventar produtos que tem diferencial real no mercado, e não somente uma cópia dos produtos Microsoft.

    Mas se um dia A Google dominar o mundo então eu direi. Hail Google.

  52. Skychaser disse:

    O que a Google pretende? Simples, pretende crescer o máximo possível e ficar forte o máximo possível, esse é o caminho natural que as empresas procuram seguir, no demais é especulação.

    Já foi noticiado uma vez que a Google evitaria competir contra a Microsoft, e realmente não o faz, a Google não compete diretamente, a Microsoft é que tem que competir com a google, que tem evitado o erro de alguns que insistem em competir diretamente com a Microsoft, ao invés disso a Google é vitoriosa justamente por inventar produtos que tem diferencial real no mercado, e não somente uma cópia dos produtos Microsoft.

    Mas se um dia A Google dominar o mundo então eu direi. Hail Google.

  53. Alexandre Weber disse:

    Conhecimento é poder ! Nivelar o conhecimento por cima é o desafio, neste ponto, tanto Google como Microsoft já realizam proezas. A visão dos empresários fundadores já deixou, com certeza, sua marca neste século. O mais bacana é que este espírito de fazer o bem a todos vêm agóra impregnado de uma saudável competição de quem irá propiciar as melhores ferramentas para a realização deste sonho, um sonho não de poucos indivíduos, mas de toda a humanidade em todos os tempos. Este são ares de mudança que encontraram no mundo virtual a liberdade mesquinhamente tolhida no mundo real.

    Com certeza este mundo paralelo ainda nos guarda muitas e agradáveis supresas e com a ajuda do Google e da Microsoft esta realidade está mais próxima do que nunca.

    Desnecessário dizer que estes pensamentos já foram nebulosos e improváveis, mas como uma neblina que se dispersa, vem, minuto a minuto, revelando a realidade do nosso tempo. Talves seja esta a nuvem a que se refere o artigo, um ar muito mais pesado e carregado e que vem com o passar do tempo e o avanço da tecnologia purificando-se e nos levando a limpidez do ar das altas montanhas, um pouco mais perto de Deus.

    Vida longa e próspera à Google e a Microsoft.

  54. Alexandre Weber disse:

    Conhecimento é poder ! Nivelar o conhecimento por cima é o desafio, neste ponto, tanto Google como Microsoft já realizam proezas. A visão dos empresários fundadores já deixou, com certeza, sua marca neste século. O mais bacana é que este espírito de fazer o bem a todos vêm agóra impregnado de uma saudável competição de quem irá propiciar as melhores ferramentas para a realização deste sonho, um sonho não de poucos indivíduos, mas de toda a humanidade em todos os tempos. Este são ares de mudança que encontraram no mundo virtual a liberdade mesquinhamente tolhida no mundo real.

    Com certeza este mundo paralelo ainda nos guarda muitas e agradáveis supresas e com a ajuda do Google e da Microsoft esta realidade está mais próxima do que nunca.

    Desnecessário dizer que estes pensamentos já foram nebulosos e improváveis, mas como uma neblina que se dispersa, vem, minuto a minuto, revelando a realidade do nosso tempo. Talves seja esta a nuvem a que se refere o artigo, um ar muito mais pesado e carregado e que vem com o passar do tempo e o avanço da tecnologia purificando-se e nos levando a limpidez do ar das altas montanhas, um pouco mais perto de Deus.

    Vida longa e próspera à Google e a Microsoft.

  55. Adilson Rocha disse:

    Eu acho que a Google esta trabalhando no sentido de facilitar a vida dos que entram no mundo virtual.Se a Microsoft decair,e ploblema dela. Enquanto não houver meios delas se fundirem a Google trabalha no sentido de tornar mais atraente os desejos dos internautas. Se a Google tiver o melhor a nos fornecer, seja bem vinda. Se a Microsoft tem o melhor a nos fornecer, seja bem vinda. O importante é os usuários ter recursos para conseguir os seus objetivos.

  56. Adilson Rocha disse:

    Eu acho que a Google esta trabalhando no sentido de facilitar a vida dos que entram no mundo virtual.Se a Microsoft decair,e ploblema dela. Enquanto não houver meios delas se fundirem a Google trabalha no sentido de tornar mais atraente os desejos dos internautas. Se a Google tiver o melhor a nos fornecer, seja bem vinda. Se a Microsoft tem o melhor a nos fornecer, seja bem vinda. O importante é os usuários ter recursos para conseguir os seus objetivos.

  57. Marcus Vinicius disse:

    A idéia do Projeto Nuvens é muito legal, mas depende da qualidade da internet de Banda Largam e no Brasil ela inda não é confiavel. E quando o mundo ficar dependente do Projeto Nuvens quanto custarar o aceso? qual a velocidade necessaria? Os Sistemas Operacionais ainda serão importantes, assim como os demais softwares como editores de texto, planilhas e outros.

  58. Marcus Vinicius disse:

    A idéia do Projeto Nuvens é muito legal, mas depende da qualidade da internet de Banda Largam e no Brasil ela inda não é confiavel. E quando o mundo ficar dependente do Projeto Nuvens quanto custarar o aceso? qual a velocidade necessaria? Os Sistemas Operacionais ainda serão importantes, assim como os demais softwares como editores de texto, planilhas e outros.

  59. Allan Tavares disse:

    As reais intenções do google, é mostrar para o mundo que não é preciso cobrar um valor absurdo pela licença de um software, que serviços gratuítos podem ser oferecidos para milhares de usuários, isso torna o google a empresa do momento, tanto eu que escrevo este comentário, como quem o está lendo queria estar sentado em uma mesa no escritório do google, sendo parte desta equipe fantástica de talentos.

    em relação ao google acabar com a microsoft, acho que não! – Afinal o google não lançou AINDA um sistema operacional.

  60. Allan Tavares disse:

    As reais intenções do google, é mostrar para o mundo que não é preciso cobrar um valor absurdo pela licença de um software, que serviços gratuítos podem ser oferecidos para milhares de usuários, isso torna o google a empresa do momento, tanto eu que escrevo este comentário, como quem o está lendo queria estar sentado em uma mesa no escritório do google, sendo parte desta equipe fantástica de talentos.

    em relação ao google acabar com a microsoft, acho que não! – Afinal o google não lançou AINDA um sistema operacional.

  61. Jeovah de Moura Nunes disse:

    O que posso dizer? Simplesmente isto: tudo que sobe desce. Tudo que melhora, acaba piorando. Tudo que enriquece acaba empobrecendo. Necessário entender de uma vez por todas de que vivemos num mundo finito. Nossa vida aqui é finita. O planeta é finito. Nada na matéria é eterna. A verdadeira eternidade reside no conceito espiritual de eternidade. Não. Não tenho nenhuma religião, mas acredito com todo o meu coração de que a vida não termina com a morte. Ela estua pós morte da maneira como somos na hora de morrer. Então, o Google, a Microsoft, todas as empresas riquíssimas deste planeta terão seu fim exposto aos homens. E como para um bom entender meia palavra basta, fica o dito pelo não dito de que o poderio dos poderosos não dura para sempre no entender deles. O que sei gente é que a riqueza está dentro de nós. Nosso potencial de se tornar rico e poderoso é muito grande, quando agimos bem. Depois se a riqueza nos deixar convencidos de nossa perpétua riqueza e poderio estamos diante da mentira em carne e osso.
    A internet – através do advento do computador – no meu humilde entendimento, surgiu para que nós, neste planeta que ficou pequeno, sejamos uma só família. Através da internet podemos nos dar as mãos para todos os lugares do mundo. Podemos abraçar-nos e praticarmos realmente a fraternidade tão exigida pelos heróis revolucionários franceses; pela igualdade tão solicitada pelos pobres de Paris, que comiam ratos tal era a fome; pela liberdade que sempre foi o direito de todos os animais deste planeta, inclusive o homem. As três gongadas em Paris mudou o mundo e assim não é um Google, ou uma Microsoft de um Bill Gates os construtores e destruidores desse direito, cuja realidade vai se tornando imutável.
    Um abraço a todos…

  62. Jeovah de Moura Nunes disse:

    O que posso dizer? Simplesmente isto: tudo que sobe desce. Tudo que melhora, acaba piorando. Tudo que enriquece acaba empobrecendo. Necessário entender de uma vez por todas de que vivemos num mundo finito. Nossa vida aqui é finita. O planeta é finito. Nada na matéria é eterna. A verdadeira eternidade reside no conceito espiritual de eternidade. Não. Não tenho nenhuma religião, mas acredito com todo o meu coração de que a vida não termina com a morte. Ela estua pós morte da maneira como somos na hora de morrer. Então, o Google, a Microsoft, todas as empresas riquíssimas deste planeta terão seu fim exposto aos homens. E como para um bom entender meia palavra basta, fica o dito pelo não dito de que o poderio dos poderosos não dura para sempre no entender deles. O que sei gente é que a riqueza está dentro de nós. Nosso potencial de se tornar rico e poderoso é muito grande, quando agimos bem. Depois se a riqueza nos deixar convencidos de nossa perpétua riqueza e poderio estamos diante da mentira em carne e osso.
    A internet – através do advento do computador – no meu humilde entendimento, surgiu para que nós, neste planeta que ficou pequeno, sejamos uma só família. Através da internet podemos nos dar as mãos para todos os lugares do mundo. Podemos abraçar-nos e praticarmos realmente a fraternidade tão exigida pelos heróis revolucionários franceses; pela igualdade tão solicitada pelos pobres de Paris, que comiam ratos tal era a fome; pela liberdade que sempre foi o direito de todos os animais deste planeta, inclusive o homem. As três gongadas em Paris mudou o mundo e assim não é um Google, ou uma Microsoft de um Bill Gates os construtores e destruidores desse direito, cuja realidade vai se tornando imutável.
    Um abraço a todos…

  63. Marcio de Souza Oliveira disse:

    A Google como toda empresa que pretende sobreviver no mercado procura o único meio para isso que é o crescimento. A Google é visionária, enquanto as outras grandes empresas exploram o mercado do mesmo jeito que há vinte anos atraz a Google introduziu uma nova forma de exploração, que a julgar pelos resultados deu muitíssimo certo. A Google inaugurou uma nova era no ramo da informática, cabe as outras empresas também fazerem o mesmo, ou vão acabar se tornando obsoletas ao longo do tempo. A Google está apenas dando continuidade a seu projeto, com certeza seu principal é realizá-lo, não está nem um pouco preoucupada em acabar com a Microsoft, mas se a Microsoft não se cuidar ela vai se perder na sua inércia.

  64. Marcio de Souza Oliveira disse:

    A Google como toda empresa que pretende sobreviver no mercado procura o único meio para isso que é o crescimento. A Google é visionária, enquanto as outras grandes empresas exploram o mercado do mesmo jeito que há vinte anos atraz a Google introduziu uma nova forma de exploração, que a julgar pelos resultados deu muitíssimo certo. A Google inaugurou uma nova era no ramo da informática, cabe as outras empresas também fazerem o mesmo, ou vão acabar se tornando obsoletas ao longo do tempo. A Google está apenas dando continuidade a seu projeto, com certeza seu principal é realizá-lo, não está nem um pouco preoucupada em acabar com a Microsoft, mas se a Microsoft não se cuidar ela vai se perder na sua inércia.

  65. Claudio H. Picolo disse:

    Ninguém vai acabar com a Microsoft, mas com o monopólio dela, isso sim, certamente um dia cairá como um dia cai todo grande império.
    No entanto há uma coisa que nem a Microsoft, nem o Google conseguiram ainda garantir ao usuário final: total privacidade.
    Ambas "estudam" seus usuários, "espionam" o que vêm na net sob o pretexto de "se moldarem ao perfil do usuário"… e quem garante que isso não funciona com outros fins, como espionagem industrial ou governamental?
    Quanto valeria para um governo como os EUA, por exemplo, informações sobre um produto novo desenvolvido em outro país que poderia concorrer com produtos ou serviços semelhantes que os EUA vendem? Algo como por exemplo… um jeito de lançar satélites ao espaço por 10% do que eles cobram?

  66. Claudio H. Picolo disse:

    Ninguém vai acabar com a Microsoft, mas com o monopólio dela, isso sim, certamente um dia cairá como um dia cai todo grande império.
    No entanto há uma coisa que nem a Microsoft, nem o Google conseguiram ainda garantir ao usuário final: total privacidade.
    Ambas "estudam" seus usuários, "espionam" o que vêm na net sob o pretexto de "se moldarem ao perfil do usuário"… e quem garante que isso não funciona com outros fins, como espionagem industrial ou governamental?
    Quanto valeria para um governo como os EUA, por exemplo, informações sobre um produto novo desenvolvido em outro país que poderia concorrer com produtos ou serviços semelhantes que os EUA vendem? Algo como por exemplo… um jeito de lançar satélites ao espaço por 10% do que eles cobram?

  67. michel disse:

    o que posso dizer , realmente quem pode pode. é isso ai google , fazendo seu trabalho direitinho. ja to curioso pra saber quem sera o proximo google.

  68. Koori Midori - Renan disse:

    Eu acho que realmente a Google quer dominar muitas empresas, ela quer mandar na internet (como se já não mandasse)

    sim, ela quer passar a microsoft, se eu tivesse no lugar dela, eu tbm gostaria

    eh questão de poder isso eh natural

    bom espero que a google aspire essa nuvem, mas a microsoft naum pode sumir, ficaria melhor a google comprando ela,ja q a msm quer dominar o mundo

  69. Angeli Rose disse:

    "Amar é atual"

    Tem gente que vai de táxi;tem gente que vai de vam.Explico,antes que perguntem o que isto tem a ver com a discussão em foco e acusem a vã filosofia:o fato é que o mundo cibernético com o ciber-espaço nosso de cada dia inaugurou parãmetros completamente fora de toda experiência humana de criação,seleção,decisão,etc…como em toda época de transição.
    Depois de ouvir Djavan em "amar é atual", ocorreu-me que a despeito da dicotomia concreto/virtual como estaríamos a insistir para compreender o início destes novos tempos,penso que a tensão está entre o virtual e o atual, par nesse momento ainda imperfeito e que exige de nós repensar parãmetros outros de ética,mercado,etc…Fica a questão:no mundo do virtual valerá tudo o que se quiser atual?

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *