Início » Vida » Ciência » Agência reguladora dos EUA questiona a segurança dos sabonetes antibacterianos
Risco à saúde

Agência reguladora dos EUA questiona a segurança dos sabonetes antibacterianos

Estudos em animais mostraram que químicos encontrados em sabonetes e outros produtos podem atrapalhar o desenvolvimento do sistema reprodutivo e do metabolismo

Agência reguladora dos EUA questiona a segurança dos sabonetes antibacterianos
Químicos potencialmente nocivos estão presentes em uma variedade de produtos, incluindo antissépticos bucais, detergentes , tecidos e até chupetas de bebê (Reprodução/Internet)

Depois de anos de preocupações crescentes sobre a segurança dos produtos químicos antibacterianos presentes em itens de uso diário como sabonetes e pastas-de-dente, a Food and Drug Administration, órgão governamental dos EUA que regula alimentos, medicamentos e cosméticos, anunciou na segunda-feira, 23, que passará a exigir que fabricantes de sabonetes antibacterianos demonstrem que todos os produtos químicos em seus produtos são seguros sob pena de terem de mudar suas fórmulas.

A proposta foi aplaudida por especialistas da saúde pública, que pedem há anos à agência para regular produtos químicos antimicrobianos, advertindo que eles podem causar alterações hormonais em crianças e infecções resistentes a medicamentos, entre outros riscos. Os fabricantes defendem que já demonstraram a segurança de seus produtos.

Estudos em animais mostraram que os produtos químicos triclosan em sabonetes líquidos e triclocarban em sabonetes em barra podem atrapalhar o desenvolvimento normal do sistema reprodutivo e do metabolismo. Especialistas em saúde alertam que os efeitos poderiam ser os mesmos em humanos.

Os produtos químicos eram usados originalmente apenas por cirurgiões para lavar as mãos antes de operações, mas seu uso se espalhou nos últimos anos, na medida em que fabricantes os acrescentaram a uma variedade de produtos, incluindo antissépticos bucais, detergentes, tecidos e até chupetas de bebê. O Centro de Controle e Prevenção de Doenças identificou os químicos na urina de três quartos dos americanos.

Fontes:
The New York Times - F.D.A. Questions Safety of Antibacterial Soaps

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Roberto1776 disse:

    Pelo amor de Deus, que notícia atrasada é essa? Desde a década 1970 esses tipos de sabonetes deixaram de ser fabricados no RS por laboratórios gaúchos devido exatamente às razões acima apresentadas. Se bem me lembro, a marca mais famosa que foi retirada do mercado há mais de 40 anos, era Sabofen. Mas claro, isso foi no tempo em que o Governo Brasileiro cuidava de nós, em vez de distribuir dinheiro para fomentar a pobreza.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *