Início » Vida » Saúde » Brasil bate recorde de transplantes
Primeiro semestre

Brasil bate recorde de transplantes

Crescimento foi de 16,4% em comparação com os seis primeiros meses de 2009

Brasil bate recorde de transplantes
São Paulo concentrou 52% dos transplantes de órgãos no primeiro semestre (Fonte: Bem Paraná)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O Ministério da Saúde informou que foram realizados 2.367 transplantes de órgãos no país nos seis primeiros meses de 2010. O crescimento foi de 16,4% em relação ao primeiro semestre de 2009.

Apesar de ser um recorde, esse tipo de procedimento cirúrgico ainda é pouco realizado no Brasil na comparação com alguns países desenvolvidos. No primeiro semestre do ano, o número de doadores no país subiu 17%, alcançando 963. Com isso, a média de doadores chegou a 10,06 por milhão de habitantes. Na Espanha, por exemplo, a média é de cerca de 35 doadores por milhão de pessoas.

Procedimentos concentrados

Enquanto São Paulo concentrou 52% dos transplantes de órgãos no primeiro semestre, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Santa Catarina abrangeram juntos 20%. Já os estados de Amazonas, Goiás e Rondônia não realizaram qualquer procedimento desse tipo.

Os transplantes de rim corresponderam a mais da metade dos procedimentos feitos nos seis primeiros meses de 2010: 1.486 brasileiros receberam o órgão. O crescimento foi de 21% em comparação com o mesmo período de 2009.

O Ministério da Saúde atribui o avanço à melhor capacitação do pessoal envolvido nesse tipo de cirurgia.

Leia mais:

Espera por transplante de córnea leva em média três anos

Espanha realiza o primeiro transplante completo de rosto

Transplantes de órgãos crescem 24,3%, diz MS

China terá sistema de doação voluntária de órgãos

Fontes:
Veja - Número de cirurgias bate recorde no Brasil no primeiro semestre

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *