Início » Vida » Saúde » Café pode prevenir depressão em mulheres, diz pesquisa
Alimentação

Café pode prevenir depressão em mulheres, diz pesquisa

Especialistas acreditam que a cafeína pode alterar a química do cérebro

Café pode prevenir depressão em mulheres, diz pesquisa
Estudo sobre café foi feito em mais de 50 mil enfermeiras (Reprodução/Internet)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Uma pesquisa realizada por cientistas de Harvard Medical School, divulgada na semana passada, indicou que mulheres que bebem duas ou mais xícaras de café por dia estão menos propensas a sofrer de depressão.

Ainda que as razões sobre esse efeito não estejam claras, os especialistas acreditam que a cafeína pode alterar a química do cérebro. O estudo apontou ainda que o café descafeinado não teria o mesmo efeito.

Leia também: Café e exercício ajudam contra câncer de próstata
Leia também: Café e chá diminuem risco de diabetes

Os resultados da pesquisa foram divulgados na Archives of Internal Medicine. O estudo foi realizado em mais de 50 mil enfermeiras.

A equipe de especialistas acompanhou a saúde de um grupo de mulheres pesquisado ao longo de uma década, entre 1996 até 2006, e fez uso de questionários para registrar o consumo de café de cada uma delas.

Entre as mulheres pesquisadas, apenas 2.600 deram sinais de depressão ao longo deste período e, destas, a maior parte consumia pouco café ou não tomava a bebida. Em comparação com mulheres que bebiam apenas um copo de café por semana ou até menos, aquelas que consumiam duas a três xícaras por dia, tinham apenas 15% a menos de chance de sofrer depressão. Para aquelas que bebiam quatro ou mais xícaras por dias, tinham 20% a menos de chances de ter depressão.

A pesquisa mostrou ainda que consumidoras regulares de café estavam mais propensas a fumar e beber, e tinham menos envolvimento em atividades da igreja ou grupos voluntários. Elas também teriam tendências a ficar acima do peso e a sofrer de pressão alta.

Os cientistas declararam que a pesquisa contribuiu para outros estudos que indicam que consumidor de café tem índice de suicídio menor. Pesquisares de Harvard acreditam que a cafeína é o principal agente nesse processo, já que a substância é conhecida por seu poder de realçar sentimentos de bem-estar e de energia, mas ainda é preciso realizar mais pesquisas para comprovar esta tesa.

Uma outra possibilidade, de acordo com os pesquisadores, é que a pessoa com propensão à depressão opta por não tomar café porque a bebida possui muita cafeína. Um dos  sintomas mais comuns da depressão é a perturbação do sono e cafeína pode aumentar essa condição, por ser estimulante. O excesso de cafeína também realça as sensações de ansiedade.

Fontes:
BBC - Café pode prevenir depressão em mulheres, diz estudo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *