Saúde

Diferenças entre os tipos de diabetes

fonte | A A A

O diabetes tipo 1 é uma doença auto-imune, que ocorre quando o organismo produz anticorpos contra as células do pâncreas responsáveis pela produção de insulina. Esse tipo de diabetes se caracteriza, portanto, pela falta de secreção de insulina pelo organismo, resultando em hiperglicemia, ou seja, elevação da taxa de açúcar no sangue. É geralmente mais comum em crianças e apresenta um componente familiar, com cerca de 20% de positividade genética. Os diabéticos tipo 1 são insulino-dependentes, ou seja, precisam de aplicações de insulina para sobreviver.

O diabetes tipo 2 é o mais comum e ultimamente tem aparecido mais entre crianças também. Nesse caso, o pâncreas pode até produzir uma quantidade adequada de insulina, mas seu organismo não consegue aproveitar esse hormônio como deveria, pois se mostra resistente a ele. O aparecimento do diabetes tipo 2 em pessoas mais jovens relaciona-se às altas taxas de obesidade observadas atualmente.

Conforme explica o Dr. Paulo Solberg, para o diagnóstico do diabetes é importante notar que enquanto o tipo 1 apresenta sintomas bastante claros como sede em excesso (polidipsia) e aumento do volume urinário (poliúria) – típicas da hiperglicemia, já que quando organismo não consegue absorver o açúcar presente no sangue ele o secreta através do suor e da urina – e prostração e cansaço no caso de crianças quando demoram mais para ter a doença diagnosticada, o tipo 2 é "mais discreto", podendo ser detectado apenas através de exame de sangue.

Outro sintoma que a hiperglicemia pode ocasionar, ao mesmo tempo em que ocorre aumento do apetite, é a perda de peso, advinda da não-absorção de calorias dos alimentos pelo organismo. Por conta disso, ocorrem casos de diabulimia – união da bulimia com o diabetes – em que pacientes diabéticos param, por conta própria, de utilizar a insulina para se manterem magros.

De volta ao topo comentários: (2)

Sua Opinião

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Estado

Cidade

  1. Sinalva Viana disse:

    a atividade fisica para a diabetes tipo 1 resolve tambem?

  2. Lourdes Penka disse:

    Caramba!…