Início » Economia » Internacional » Epidemia de tuberculose é pior do que se pensava
SAÚDE

Epidemia de tuberculose é pior do que se pensava

A Organização Mundial de Saúde divulgou que 10,4 milhões de pessoas tiveram tuberculose em 2015. Em 2014, foram 9,6 milhões

Epidemia de tuberculose é pior do que se pensava
Raio-X de um paciente com tuberculose pulmonar avançada (Foto: Wikimedia)

Segundo um relatório anual da Organização Mundial de Saúde (OMS), a epidemia global de tuberculose é mais grave do que se pensava até agora. Para piorar, não há fundos suficientes para as pesquisas necessárias para encontrar uma vacina ou outros tratamentos.

Leia mais: Rio é local mais atingido pela tuberculose no país
Leia mais: Tuberculose supera Aids como doença infecciosa mais mortal

No relatório deste ano foram reportados 10,4 milhões de contaminados em todo o mundo em 2015. Número bem mais expressivo dos que os 9,6 milhões do ano anterior. “Teremos que aumentar substancialmente nossos esforços sob o risco de ver países continuamente castigados por esta epidemia mortal e não alcançarem nossos objetivos”, afirmou Margaret Chan, diretora da OMS.

Desta forma, a meta é reduzir o número absoluto de mortes por tuberculose em 35% e de contágios em 20% até 2020 com relação aos números de 2015. Já o objetivo para 2030 é diminuir em 90% a quantidade de mortos por tuberculose e em 80% os infectados. Segundo a OMS, 1,8 milhão de pessoas morreram por conta da tuberculose em 2015, 300 mil a mais do que no ano anterior.

A tuberculose é provocada pelo bacilo de koch, que na maioria dos casos se aloja nos pulmões e destrói gradativamente o órgão. Para piorar, meio milhão de pessoas têm formas de tuberculose resistentes aos antibióticos, segundo a OMS.

Seis países representam 60% dos novos casos: Índia, Indonésia, China, Nigéria, Paquistão e África do Sul. A doença costuma estar vinculada à pobreza e a condições insalubres. A tuberculose continua sendo uma das principais doenças mortais do mundo, apesar do número de mortes ter caído 22% num período de 15 anos.

Fontes:
Folha de S.Paulo-OMS diz que epidemia de tuberculose é mais grave do que se esperava
Agência Brasil-Tuberculose matou 1,8 milhão de pessoas em 2015, diz OMS

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *