Início » Internacional » Estudo associa poluição do ar a declínio de inteligência
SAÚDE E MEIO AMBIENTE

Estudo associa poluição do ar a declínio de inteligência

Pesquisa foi feita com 20 mil pessoas, entre 2010 e 2014, na China. O prejuízo foi maior em homens com mais de 64 anos de idade e com baixa escolaridade

Estudo associa poluição do ar a declínio de inteligência
Efeitos da poluição do ar podem ser ainda mais profundos do que se imaginava (Foto: Wikimedia)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Um novo estudo associou a poluição do ar ao declínio da inteligência ao longo da vida. A pesquisa foi publicada na revista Proceedings of the National Academy of Sciences na última segunda-feira, 27.

O estudo analisou testes de linguagem e aritmética de 20 mil pessoas, entre 2010 e 2014, na China. Os resultados indicaram que o prejuízo é maior em homens com mais de 64 anos e com baixa escolaridade. O efeito prejudicial ser maior no homem pode estar associado à diferença de funcionamento dos cérebros masculinos e femininos, segundo os pesquisadores.

“Ar poluído pode fazer com que todos reduzam seu nível de instrução em um ano, o que é enorme. […] Mas sabemos que o efeito é pior para os idosos, especialmente aqueles com mais de 64 anos, e para os homens com baixa escolaridade. Se calcularmos [a perda] para esses, podem ser de alguns anos de educação”, afirmou Xi Chen, da equipe de pesquisa, segundo noticiou o Guardian.

A poluição do ar já é associada a diferentes problemas de saúde, principalmente respiratórios, e causa a morte de cerca de 7 milhões de pessoas por ano. No entanto, o novo estudo sugere que os efeitos da poluição podem ser ainda mais profundos do que se imaginava, tendo potencial para causar problemas cognitivos. Segundo a pesquisa, a poluição também aumenta o risco de desenvolvimento de doenças degenerativas, como o Alzheimer.

De acordo com os pesquisadores, quanto maior o tempo que a pessoa fica exposta ao ar poluído, maior será o prejuízo. As principais habilidades prejudicadas são as cognitivas, de linguagem e matemática. “A alta poluição do ar pode potencialmente estar associada ao estresse oxidativo, à neuro-inflamação e à neuro-degeneração dos seres humanos”, afirmou Derrick Ho, da Universidade Politécnica de Hong Kong, que não está associado ao estudo, mas também pesquisa o tema.

Para os estudiosos, a poluição do ar, que tem um efeito de curto prazo na inteligência das pessoas, pode prejudicar os estudantes que tenham de fazer exames importantes em dias mais poluídos. Na China, onde o estudo foi realizado, a poluição está em declínio, mas ainda está três vezes acima do limite imposto pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Os autores do estudo acreditam que a luta contra a poluição do ar precisa ser intensificada pelos governos ao redor do mundo, principalmente dos países em desenvolvimento, que são os mais atingidos. Um estudo da OMS aponta que todas as 20 cidades mais poluídas do mundo estão em nações em desenvolvimento.

O estudo foi baseado em amostragens de dióxido de nitrogênio, dióxido de enxofre e partículas menores que 10 micrômetros de diâmetro nas localidades onde os 20 mil participantes viviam.

 

Leia também: A preocupante poluição da Índia
Leia também: Reino Unido vai responder à Justiça por poluição do ar
Leia também: Poluição foi responsável por 9 milhões de mortes em 2015, diz estudo

Fontes:
The Guardian-Air pollution causes ‘huge’ reduction in intelligence, study reveals
CNN-Air pollution is making us dumber, study shows

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *