Início » Vida » Meio Ambiente » Jardinagem ajuda a combater depressão e ansiedade
ECOTERAPIA

Jardinagem ajuda a combater depressão e ansiedade

Acredita-se que a combinação de atividade física, contato social e estar cercado pela natureza torne a jardinagem benéfica para a saúde mental

Jardinagem ajuda a combater depressão e ansiedade
Outros tratamentos alternativos para a saúde mental incluem artes, aulas de caminhada e canto (Foto: Hippopx)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Os jardineiros já conhecem a sensação edificante de sentir-se parte do processo pelo qual as sementes florescem conforme as estações mudam. É algo que o Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido (NHS, na sigla em inglês) também está percebendo cada vez mais como uma maneira de melhorar e gerenciar a saúde mental, juntamente com outras condições.

Em Manchester, uma clínica começou a prescrever jardinagem para pessoas com ansiedade e depressão. Os pacientes recebem plantas para cuidar, que, depois, são plantadas no jardim comunitário da clínica – um local onde eles podem participar de uma atividade com outras pessoas e fortalecer as relações sociais.

Existem outros esquemas semelhantes, como o Sydenham Garden, no sul de Londres, que leva referências de jardinagem para suas sessões terapêuticas. “A pesquisa mostra que o exercício ao ar livre ou a ecoterapia, como jardinagem ou caminhada, traz enormes benefícios para o bem-estar e pode até ser tão eficaz quanto os antidepressivos no tratamento de depressão e ansiedade leve a moderada”, diz Aimee Gee, da instituição de saúde mental Mind.

“Acredita-se que isso se deva a uma combinação de fazer mais atividade física, que é conhecida por gerar muitos benefícios à saúde física e mental; obter contato social mais regular com as pessoas, o que pode reduzir a solidão e aumentar a autoestima; e estar cercado pela natureza, o que pode melhorar seu humor e sensação de bem-estar”, diz Gee.

As cores, sons e cheiros de um jardim, diz ela, “aumentam nosso bem-estar, enquanto nutrir um jardim ou loteamento fornece a satisfação de concluir tarefas e uma conexão mais forte com o ambiente natural, os quais estão associados à melhoria da autoestima e níveis reduzidos de raiva ”.

Monty Don, jardineiro e apresentador de TV, creditou a jardinagem por ajudar com a depressão que viveu. Em uma coluna para o Gardener’s World, no início deste ano, ele resumiu os instintos de otimismo da jardinagem: “Quando você planta alguma coisa, investe em um futuro bonito em meio a um mundo estressante, caótico e, às vezes, absolutamente assustador”.

Mesmo que isso não o convença da magia da jardinagem, há uma forte possibilidade de que outras formas de “prescrição social” não clínica estejam a caminho em breve; outros tratamentos alternativos incluem artes, aulas de caminhada e canto.

Leia também: Ter um bicho de estimação ajuda a combater a depressão

Fontes:
The Guardian-Ecotherapy: why plants are the latest treatment for depression and anxiety

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. Almanakut Brasil disse:

    Desde que não plante maconha, folha de coca papoula e similares para consumo próprio.

  2. Maria Christina Pires de Campos Maia disse:

    Acho incrível tudo isso, porque a jardinagem, plantas e flores em geral nos faz muito bem mesmo. É estou vendo isso por experiência própria.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *